Chuvas: Bolsonaro diz que pretende visitar ‘in loco’ cidades paulistas

O presidente Jair Bolsonaro disse que pretende acompanhar amanhã, “in loco”, os municípios mais atingidos pelas chuvas no Estado de São Paulo, que ainda persistem e já deixaram 21 pessoas mortas e mais de 660 famílias desabrigadas.

“Nosso secretário da Defesa Civil já está na região e conversei nesta manhã com o Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, para amanhã acompanhar in loco o que aconteceu”, disse em entrevista à TV Record durante evento no Porto do Açu, no Rio de Janeiro.

Bolsonaro ressaltou que os municípios mais afetados poderão declarar estado de calamidade e entrar em contato com o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), para agilizar a liberação do FGTS para a população atingida o mais rápido possível.

“Temos recursos para essa emergência e estão sendo levantadas a profundidade e extensão do que aconteceu, para podermos colaborar com os nossos irmãos de São Paulo”, afirmou.

Ao ser perguntado se contava também com a parceria do governador do Estado, João Dória – ex-aliado e hoje crítico do presidente -, Bolsonaro disse que não vê problema nesse apoio. “Sem problema nenhum, todos que quiserem colaborar estamos à disposição. É nosso dever como homens públicos colaborar com qualquer brasileiro de qualquer parte do nosso território para levar conforto e para que essa dor seja diminuída”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.