Com gols e carisma, Raniel vira o jogo, ganha a torcida e larga na frente pela função de 9 no Vasco

Vasco de 2022 ainda é um time em formação, mas uma dupla já aparece como candidata à mais entrosada do início da temporada. Com três gols cada nas primeiras três rodadas do Campeonato Carioca, Nenê e Raniel são as sensações do time de Zé Ricardo. O camisa 10 corresponde dentro das expectativas, mas o desempenho do atacante é surpresa, principalmente pelo histórico recente. Sua contratação foi uma das mais contestadas e a desconfiança era grande.

Com gols e carisma, Raniel vem conquistando a torcida do Vasco — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Com gols e carisma, Raniel vem conquistando a torcida do Vasco — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

O jogo, no entanto, virou rapidamente. Com carisma, pagamento por assistências, apelidos e principalmente gols, Raniel certamente é dos reforços que mais agradaram até o momento. O centroavante marcou em seus três primeiros jogos com a camisa do Vasco, algo que não acontecia desde Romário, em 1999, segundo levantamento do Blog do Garone. Das arquibancadas e redes sociais já surgiram os apelidos de “Ranicréu” e “Dinossauro”, assim como uma música em homenagem ao substituto de German Cano.

“Bicho” por assistência e música

 

Ulisses recebe o "bicho" de Raniel pela assistência para gol do Vasco — Foto: Reprodução / Instagram

Ulisses recebe o “bicho” de Raniel pela assistência para gol do Vasco — Foto: Reprodução / Instagram

Desde a estreia, contra o Volta Redonda, Raniel avisou que pagaria R$ 500 por assistência. E tem sido assim. Bruno Nazário, Nenê e Ulisses ajudaram em campo e foram recompensados financeiramente. Tudo registrado nas redes sociais, com bom-humor, e rigorosamente no dia seguinte ao jogo.

Raniel marca gols, mas também leva as brincadeiras para campo. Adotou o apelido de “Dinossauro” e comemorou um gol imitando o animal pré-histórico, contra o Nova Iguaçu, em São Januário. Foi o suficiente para ganhar música de torcedores na internet (vídeo abaixo).

Torcedor faz música para homenagear Raniel, atacante do Vasco

Volta por cima e encaixe instantâneo

 

Os três gols em três jogos marcam um recomeço para Raniel. Na temporada passada, por exemplo, ele marcou apenas uma vez em 19 partidas pelo Santos. É preciso levar em conta que em 2021 o atacante sofreu com problemas físicos e superou uma trombose que, por pouco, não o impediu de jogar futebol. Ao enxergar o Vasco como talvez a última oportunidade de retomar a boa sequência que teve no Cruzeiro em 2018 e assumir pela primeira vez o protagonismo na curta carreira, o atleta mudou os hábitos para ir de aposta ao grande acerto do clube em 2022.

Não só pelos gols marcados, mas a mobilidade do atacante, que sai da área para buscar a bola e faz bem o pivô, e os recursos para a finalização das jogadas o fazem destaque no time de Zé Ricardo. Foram dois gols de cabeça e um em chute cruzado de perna esquerda, que não é a boa de Raniel.

Melhores momentos: Vasco 3 x 2 Nova Iguaçu, pelo Campeonato Carioca

O centroavante se adaptou rapidamente ao esquema tático de Zé Ricardo, muito pelo parceiro que tem do lado no ataque. O time tem jogado com Raniel e Nenê mais avançados, Yuri Lara/Matheus Barbosa e Juninho no meio, e Bruno Nazario e Gabriel Pec abertos nas pontas.

– O esquema do Zé Ricardo é muito bom, porque com dois pontas e um atacante às vezes fica distante para o passe. Com dois atacantes fica mais perto, Nenê tem muita visão de jogo e eu posso movimentar para os dois lados. É uma formação que permite essa movimentação – disse o atacante em entrevista coletiva na última segunda-feira.

Raniel larga na frente na disputa pela 9

 

Outra motivação para o atacante é a disputa por posição. Com muitas caras novas no elenco, Zé Ricardo deixou claro que a manutenção de qualquer atleta no time titular vai depender do rendimento. Hoje, Getúlio e Figueiredo estão na sombra de Raniel. O primeiro foi observado pelo técnico ao entrar nos últimos dois jogos, enquanto o segundo também já foi utilizado pelo treinador e vem respaldado pela boa Copinha.

Faz o Pix, Raniel! Vasco vence com mais um gol do atacante

Diretoria e comissão técnica também não descartam contratar outro reforço para a posição. Apesar de haver outras prioridades, a avaliação é que há espaço no elenco para mais um homem de referência, mas que tenha características diferentes de Raniel e Getúlio.

– Essa disputa sempre tem que ter, imagina eu absoluto sem ninguém na sombra? Eu ia relaxar. Tenho que a cada dia provar meu melhor, não querendo deixá-los para trás, mas é bom para o grupo. Quem entrar nunca vai estar acomodado – ponderou o centroavante.

Vasco se prepara para o próximo adversário, o Madureira, às 15h30 de domingo, no Estádio Conselheiro Galvão, pela quarta rodada do Carioca. O time está em terceiro lugar com sete pontos, mesma pontuação de Botafogo e Flamengo, que têm um gol a mais de saldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.