Professora desconfia de comportamento de aluna e descobre que criança era estuprada por padrasto

None
(Ilustrativa)

A descoberta de que uma menina de 10 anos, era estuprada pelo padrasto em cidade de Mato Grosso do Sul, aconteceu quando a professora da menina desconfiou do seu comportamento, com o baixo rendimento escolar.

Após as aulas, a menina chorava para não voltar para casa. A professora questionou a criança o que estava acontecendo e a menina acabou contando que era estuprada pelo padrasto que ia até seu quarto aproveitando que a mãe dela não estava em casa.

A professora, então, contou à diretora da escola sobre o crime, que avisou a mãe da menina sobre os fatos. A guarda da menina foi entregue à avó materna, que procurou a delegacia para registrar um boletim de ocorrência.

O homem acabou preso e condenado a 13 anos, 3 meses e 22 dias de reclusão, em regime fechado, com direito de recorrer em liberdade. Ele também foi condenado a pagar  R$ 20 mil de indenização. A defesa recorreu pedindo pela sua absolvição, mas o recurso foi negado e a sentença publicada em Diário da Justiça desta segunda-feira (7).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.