Ausências em eventos políticos ganham importância e geram especulações em Campo Grande

Mais que presenças, são as ausências nos eventos políticos que chamam atenção em Mato Grosso do Sul
Mais que presenças, são as ausências nos eventos políticos que chamam atenção em Mato Grosso do Sul – Ilustração sobre Reprodução (Josivam Dantas/Web)

As ausências nos eventos políticos ganham importância e alimentam especulações sobre o cenário pré-eleitoral de Mato Grosso do Sul. As eleições de 2022 chegaram ao momento quando avaliar quem não compareceu tem muito mais relevância do que observar as figurinhas carimbadas sempre ao lado dos pré-candidatos.

Assim, em Campo Grande já tem muita gente dando grande importância à sintomática discrição que pretenso apoiador natural tem mantido com relação ao apoiado. Além das supostas crises internas, ausências alimentam até expectativa de que o cenário ainda possa ter reviravoltas.

Como teremos mais uma campanha eleitoral marcada pela pandemia mundial de covid-19, parece que o coronavírus tende a diminuir a importância das grandes manifestações públicas que tradicionalmente impunham respeito e impressionavam eleitoralmente na base da aglomeração nos eventos políticos.

Desta forma, as conversas de bastidores ganham cada vez mais relevância e ‘resolver’ a eleição na base da conversa pode deixar de ser uma expressão.

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.