Polícia não descarta latrocínio para homem encontrado pendurado em árvore com arame farpado

None
(Foto: Brito News)

A polícia de Paraíso das Águas a 277 quilômetros de Campo Grande, não descarta latrocínio para a morte de Sícero da Silva de 35 anos, tenha sido vítima de latrocínio já que estava desaparecido após receber R$ 2 mil de seu trabalho. O corpo foi localizado nessa segunda-feira (7), às margens da BR-060.

O corpo de Sícero estava pendurado em uma árvore, a cerca de 2 metros do chão e amarrado com um arame farpado. A polícia acredita que ele tenha sido vítima de latrocínio já que o dinheiro que ele havia recebido não estava na mochila localizada. Arames cortados foram encontrados e nenhuma ferramenta estava no local.

Sícero da Silva era autor de um homicídio, em uma carvoeira, na mesma região no ano de 2016. Segundo o site Brito News, ele estaria trabalhando em uma fazenda e estava desaparecido desde a última terça-feira(1º), quando teria recebido o valor de R$ 2 mil e durante a noite teria sido visto em uma boate próximo do local onde o corpo foi encontrado. O caso é investigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.