Carolinie Figueiredo lembra momentos difíceis: “Eu já tinha desistido de mim…só queria morrer, sumir e começar de novo”

Carolinie Figueiredo desabafou nas redes sociais a respeito de sua vida profissional. A atriz, que ficou famosa como a Domingas de Malhação em 2007, disse que não teve outras oportunidades, principalmente depois de ser mãe.

Carolinie na época de Malhação e atualmente — Foto: Reprodução/Instagram

Carolinie na época de Malhação e atualmente — Foto: Reprodução/Instagram

“Eu já escrevi muito sobre tudo que não aconteceu na minha vida profissional e amorosa. Já compartilhei meus receios e complexos com meu corpo. Há dez anos escrevo sobre os rombos e os desafios que foi / é maternar dois desde 23 anos sem estrutura. Mas estou vivendo um momento especial de colheita e prosperidade da minha carreira e da minha realização como mulher potente.Eu subi aos palcos pela primeira vez aos 8 anos, em 98 como mostra a foto. Sou atriz desde 5 anos e nunca parei de trabalhar. Fiquei mais famosa na Tv em 2007 com a Domingas de Malhação mas logo depois na tv tive personagens de pouca expressão atravessados por duas maternidades não planejadas”, começou.

Ela continuou: “Então nos últimos 10 anos eu tive que lidar com muita quebra de expectativa do que sonhei pra mim como mulher e profissional. Minha carreira na tv tem mais nãos ou quase do que realizações. E nunca entendi se meu grande cancelamento como atriz foi pelas maternidades ou por estar num padrão de corpo que nunca foi compreendido ou aceito na Tv. Eu já tinha desistido de mim.”

Carolinie citou então a ajuda da amiga Samara Felippo. “Em 2014 minha grande amiga (e fada madrinha) @sfelippo ia me visitar pós segundo filho: casamento falido, bebê pendurado o dia no peito, uma bebê de 2 anos gritando atenção. E eu só queria morrer, sumir e começar de novo. Infeliz com meu corpo, frustrada por ver minhas amigas protagonizando novela enquanto eu visitava o fundo do poço. Samara me dizia: escreve isso, vamos anotar o que estamos passando (ela se separando com bebê de 20 dias). Ela me olhava no olho e me dizia: eu confio em vc, confia em mim. Nós vamos levar isso por palco as mulheres vão se identificar! Eu confiava MUITO nela, mas faltava confiar em mim”, falou.

Segundo a atriz, foi a partir desse encontro que nasceu a peça Mulheres que Nascem com os Filhos. O espetáculo marca a volta de Carolinie aos palcos. “As mulheres voltam com seus companheiros, mães, avós, tuas e filhos porque é uma peça-ritual curativa e liberadora pra todo mundo que foi gerado, gestado e cuidado por alguém”, disse.

Carolinie com Eliana  — Foto: Reprodução/Instagram

Carolinie com Eliana — Foto: Reprodução/Instagram

Carolinie finaliza o post convidando todos a conhecerem a sua história de perto. “Se vc está no Rio venha admirar o parto do nosso sonho, da nossa realização e da nossa voz de poder.”

Bianca BinÍcaro Silva e Nathalia Dill deixaram emojis e recados carinhosos nos comentários. “Sim. A sua história é muito potente”, escreveu Nathalia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.