Criança desaparecida há mais de 2 anos é encontrada viva debaixo de escada

Uma criança desaparecida desde julho de 2019 foi encontrada com vida, em um quarto “pequeno, frio e úmido” sob uma escada em uma casa a três horas de onde ela desapareceu. De acordo com a ABC NewsPaislee Shultis foi localizado em uma casa na cidade de Saugerties, no vale do rio Hudson, no estado de Nova York, nos Estados Unidos, após uma busca policial, na última segunda-feira (15).

Segundo informação da polícia local, Paislee, que tinha 4 anos quando desapareceu, foi encontrada com boa saúde. Ela agora está de volta à custódia de seu guardião legal e se reuniu com sua irmã mais velha.

Seus pais biológicos que não tem custódia, Kimberly Cooper, de 33 anos, e Kirk Shultis Jr., de 32, foram acusados ​​de interferência na custódia e colocar em risco o bem-estar de uma criança.

A criança foi dada como desaparecida em 13 de julho de 2019. Depois de receber uma denúncia de que a criança poderia estar detida em um local escondido em Saugerties, a polícia obteve um mandado de busca para a casa.

Quando a corporação entrou na casa, o proprietário, o pai de Kirk Shultis, negou ter visto a menina desde que ela desapareceu. Pouco mais de uma hora em sua busca, a polícia notou que a escada do porão estava estranha e ao analisar com uma lanterna, percebeu que se tratava de degraus falsos. Quando eles foram removidos, a polícia localizou a criança e Cooper dentro de uma pequena sala improvisada.

Kirk Shultis Sr., de 57 anos, também foi acusado de interferir na custódia de primeiro grau e colocar em risco o bem-estar de uma criança. Pai e filho foram indiciados e liberados com ordens de ficarem longe da criança. Kimberly, que também tinha um mandado pendente, foi indiciada e permanece presa.

A casa onde Paislee estava localizada foi revistada várias vezes, no entanto, o proprietário sempre negou ter informação sobre o paradeiro da menina. A polícia agora acredita que ela estava escondida na escada toda vez que a casa foi revistada anteriormente.

A corporação ainda informou que a investigação está em andamento e outras prisões estão pendentes.

Mulher desaparecida desde 2020 é encontrada em barraca comendo musgo e grama

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.