Quem é Luis Castro? 7 fatos que você precisa saber sobre o técnico português que o Corinthians quer

Corinthians estudou o mercado, ouviu conselhos e conversou com técnicos ao longo das últimas semanas, desde a demissão de Sylvinho. Em meio à indefinição e ao silêncio dos dirigentes do clube, uma coisa era sabida: a preferência por um estrangeiro. Mais especificamente, por um português.

Após sondagens e negociações que não progrediram, o clube definiu um alvo e formalizou uma proposta oficial. O treinador desejado é Luís Castro, de 60 anos, que atualmente dirige o Al-Duhail, do Catar.

É possível que você o conheça ou já o tenha visto em jogos de Liga dos Campeões. Mas talvez você esteja se perguntando: quem é Luís Castro? E por que Corinthians e Botafogo estão disputando ele?

ge ajuda a responder essa pergunta apresentando 7 fatos que você precisa saber sobre Luís Castro. Confira:

Técnico português Luis Castro interessa ao Corinthians e ao Botafogo — Foto: Bruno de Carvalho/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Técnico português Luis Castro interessa ao Corinthians e ao Botafogo — Foto: Bruno de Carvalho/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

1 – Foi jogador

 

O português atuou profissionalmente como lateral-direito, passando por clubes médios e pequenos de Portugal. Segundo ele próprio, não era um primor de jogador:

– A complexidade do jogo nos põe à prova e alguns respondem bem e outros, como eu, encontram mais dificuldades. Seja dificuldade técnica, física, psicológica ou tática. Se você falha em alguma dessas dimensões, começa a ficar para trás. Mesmo com as minhas dificuldades, fui jogador até os 35 anos de idade – relatou Luís Castro, em depoimento ao “The Coaches’ Voice”

2 – Experiente no trabalho com base

 

O treinador tem vasta experiência com categorias de base, fato que empolga a diretoria do Corinthians. O conhecimento nos processos de formação de atletas era um requisito buscado para o substituto de Sylvinho.

Luís Castro foi diretor técnico da base do Porto entre 2006 e 2014. Antes de aceitar o convite para o cargo administrativo, ele já era treinador.

– Eu teria que liderar mais de vinte treinadores da formação. Algo que nunca havia feito. Foi uma situação difícil porque me questionei se estava preparado para desempenhar aquela função. Aceitei e passei sete anos no cargo, liderando processos e escolhendo profissionais – contou ao “The Coaches’ Voice”.

Treino Porto Treinador Luis Castro — Foto: EfeServicios

Treino Porto Treinador Luis Castro — Foto: EfeServicios

3 – Acostumado com brasileiros

 

Trabalhar com brasileiros não é uma novidade para Luís Castro. Ele comandou diversos no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, entre eles os ex-corintianos Maycon e Dentinho.

O técnico esteve à frente do clube ucraniano entre 2019 e 2021.

4 – Real é “freguês”

 

Luís Castro se orgulha de ter acumulado 22 jogos internacionais em duas temporadas, entre Liga dos Campeões e Liga Europa – tendo sido vice-campeão em 2021. Ele também chamou atenção após vencer os dois jogos contra o Real Madrid na Liga dos Campeões do mesmo ano, pela fase de grupos. Na oportunidade, brasileiros como Marlos, hoje no Athletico-PR, Dentinho, ex-Corinthians, e Tetê, ex-Grêmio, foram os destaques.

Técnico Luís Castro e o brasileiro Marlos, no Shakhtar — Foto:  Denis Doyle/Getty Images

Técnico Luís Castro e o brasileiro Marlos, no Shakhtar — Foto: Denis Doyle/Getty Images

5 – Currículo

 

O alvo corintiano cursou ensino superior por dois anos, na Universidade de Coimbra. Educação Física? Nada disso. Física!

Agora se o assunto é currículo como técnico, Luís Castro acumula passagens por times modestos de Portugal, como Águeda, Mealhada, Estarreja e Sanjoanense, equipes já de um nível maior, como Penafiel, Rio Ave e Vitória de Guimarães, além dos gigantes Porto e Shakhtar.

Em 2020, ele foi campeão ucraniano. Na temporada 2015–16, faturou a Segunda Liga com o Porto B.

6 – No país da Copa

 

O português chegou ao Al-Duhail, do Catar, em agosto do ano passado. Em 16 jogos, ganhou 11, empatou três e perdeu dois.

Luis Castro fez na última terça-feira o que pode ter sido o último jogo pelo Al-Duhail. O clube árabe, inclusive, já teria um substituto engatilhado.

7 – Qual o estilo dele?

 

Segundo relatos, o português tem estilo mais ofensivo: Hoje na MLS, dos Estados Unidos, o treinador Marc dos Santos conheceu de perto essa realidade quando, no início da carreira, estagiou na base do Porto ainda sob comando do português.

– Ele é muito detalhista, sabe exatamente o que quer fazer com a equipe. Ao longo dos anos, sempre preferiu um sistema 4-3-3, com muita pressão, um futebol ofensivo. Ele é uma ótima pessoa, muito humilde. Sempre que eu precisava falar com ele, estava aberto e disponível – destacou Marc.

– O Luis Castro monta as equipes dele aqui no sistema 4-2-3-1. Ele é um ótimo treinador, bem calmo na beira do gramado e comanda umas das equipes mais fortes do Catar – explicou o técnico brasileiro André Lima, do Al-Khor, adversário de Luís no campeonato nacional local.

– É um treinador muitíssimo habituado a trabalhar com jovens e os potencializa. Os jovens melhoram com ele. Ele é professor de formação e ele é mesmo professor, então tem essa característica de ensinar. A carreira dele sempre foi muito na base disso – relatou o jornalista José Miguel Machado, do jornal português Record.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.