Lula e Márcio França se reúnem nesta terça para discutir disputa do governo de SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador Márcio França (PSB) devem se reunir nesta terça-feira (22) em São Paulo com o objetivo de definir uma candidatura única do PT e PSB ao governo paulista – este seria o principal impasse à formação da federação partidária entre os dois partidos.

Em entrevista no início de fevereiro, Lula afirmou que pretende lançar o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ao Executivo do estado. No mesmo dia, depois da entrevista de Lula, Márcio França compartilhou em rede social uma notícia em que ele afirma que será candidato, acompanhada do comentário “foguete não tem ré”.

O PSB é o partido mais provável de filiação do ex-governador Geraldo Alckmin, cotado como vice na chapa de Lula na disputa presidência em 2022.

Mais uma federação

 

Também na tarde desta terça-feira (22), o MDB, o União Brasil e o PSDB darão o primeiro passo para definirem um único candidato à Presidência. Está previsto que líderes dos três partidos na Câmara irão analisar os cenários para coligações em cada estado, bem como a eventual federação das três legendas.

O cenário atual indica que haverá dificuldade de definir um candidato de consenso: o PSDB está com a candidatura de João Doria, que encontra resistência no próprio partido; o MDB tem a candidatura de Simone Tebet e tenta buscar um vice para ela; e o Cidadania tem a candidatura de Alessandro Vieira, que diz que o escolhido deve ser aquele que tiver mais bem posicionado nas pesquisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.