Operação da PF em cidade de MS mira grupo que movimentou mais de 3 milhões em contrabando

Agente da PF, durante análise de documentos apreendidos
Agente da PF, durante análise de documentos apreendidos – Divulgação

A Polícia Federal de Dourados deflagrou na manhã desta terça-feira a operação “Corte na Tangente”, que tem como objetivo o cumprimento de 07 (sete) mandados de busca e apreensão e 01 (um) mandado de prisão preventiva. A ação acontece em Nova Alvorada do Sul.

Segundo informações da PF, o objetivo atingir líderes da organização criminosa que atuam na prática reiterada dos crimes de contrabando e descaminho, com aquisição de mercadorias estrangeiras no Paraguai e envio aos grandes centros consumidores, principalmente do Estado de São Paulo.

No curso das investigações se observou não somente o fluxo intenso de mercadorias e cooptação de dezenas de pessoas para a prática do contrabando e descaminho desde a origem até o destino final, mas também a constatação de movimentação financeira por parte do principal líder.

Ainda de acordo a PF, o acusado utilizou contas bancárias de terceiros para ocultação patrimonial e alimentação de recursos para a continuidade e permanência da organização. Por essa razão, a Justiça Federal de Dourados determinou o sequestro de valores em contas bancárias no montante de até R$ 3.124.373,00, além de bens móveis e imóveis dos líderes da organização criminosa.

A deflagração da operação contou com a participação de 32 Policiais Federais. A operação “Corte na Tangente” tem este nome em alusão ao apelido do alvo líder do grupo criminoso e o objetivo de afastá-lo permanentemente da organização criminosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.