Luís Castro adianta análise sobre o Botafogo, que vê no português mais um trunfo no mercado

Ainda faltam etapas para Luís Castro ser oficialmente técnico do Botafogo. O que não impede, porém, que clube e treinador façam planos para a provável parceria. Enquanto avançam para as etapas finais da negociação, ambos os lados mantêm olhar atento sob o planejamento da temporada alvinegra.

A prioridade é colocar o acordo no papel. Entre clube e treinador, tudo certo. Mas ainda falta fechar o negócio com o Al Duhail, do Catar, que tem o português amarrado em contrato até o meio do ano. A conversa fica menos difícil porque a temporada por lá se aproxima do fim e a equipe não está entre os líderes da liga nacional. De qualquer jeito, os árabes resistem a perder o treinador de graça.

O acerto é visto como questão de tempo, como informou o ge. Tanto que, do lado do treinador, os estudos sobre o Botafogo e a realidade do futebol brasileiro já começaram. Castro começou a análise sobre o elenco alvinegro e adversários diretos para conhecer mais a realidade local. Além disso, já fez reuniões com o departamento de futebol para conhecer as pessoas e os processos.

Luís Castro ainda não se desvinculou do clube árabe — Foto: Divulgação/ Al Duhail

Luís Castro ainda não se desvinculou do clube árabe — Foto: Divulgação/ Al Duhail

Por outro lado, o clube também faz planos para o provável novo treinador. A começar por uma reformulação quase que geral no futebol alvinegro. Foi prometido ao técnico carta branca, tanto que Castro é visto internamente como mais um trunfo no mercado de transferências, junto dos milhões de Textor. A diretoria acredita que o currículo do treinador, conhecido no mercado europeu, será mais um argumento para atrair jogadores internacionais ao projeto da Botafogo SAF.

Rodrigo Capelo revela bastidores do interesse de Textor em Cavani: “Hoje eu tenho mais dinheiro que o Barcelona”

Aos poucos, os movimentos são mais robustos. Na última terça-feira, o ge revelou que o clube cogita proposta na casa dos R$ 20 milhões por Gilberto. Cavani e Everton Cebolinha foram sondados para a janela do meio da temporada. Os primeiros grandes investimentos são esperados para as próximas semanas, após a assinatura do contrato definitivo de venda de 90% da Sociedade Anônima do Futebol.

Textor chegou ao Brasil na última terça com esse objetivo. O empresário também trata de outros assuntos, como reforços e a negociação com o treinador, mas tem a assinatura dos documentos como prioridade. A partir disso, o americano terá mais segurança jurídica para fazer os investimentos que deseja. Além de liberar automaticamente outros R$ 100 milhões para a empresa, como consta no acordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.