Reforço do São Paulo, Andrés Colorado é um volante finalizador e com futuro na seleção da Colômbia

Andrés Colorado chegou ao São Paulo. Depois de passar por exames médicos na última terça-feira, o meio-campista de 23 anos foi anunciado como o sexto reforço da temporada.

O acerto com o Tricolor faz parte de um proposta de projeção para o atleta, que começa a ganhar espaço também como um meia “área à área” na seleção colombiana.

Andrés Colorado faz exames no São Paulo — Foto: Reprodução Internet

Andrés Colorado faz exames no São Paulo — Foto: Reprodução Internet

A reportagem do ge ouviu jornalistas e dirigentes colombianos para conhecer as características do reforço do São Paulo. Apesar de o clube procurar a princípio uma “sombra” para Luan, Colorado é um atleta com características bem mais ofensivas.

Com 1,93 m, ele é agora o jogador mais alto do elenco do São PauloEste ponto era tratado como prioridade por Rogério Ceni, que manifestou mais de uma vez a ausência de atletas altos prejudicava o time nas bolas aéreas.

Colorado é descrito como um jogador “área à área”, um meio-campista que ajuda na marcação, mas aparece também para finalizar. Na temporada passada, em 44 jogos, ele anotou cinco gols e distribuiu cinco assistências. O desempenho levou o atleta a ter protagonismo na Colômbia.

– Andrés Colorado é um meio-campista em grande desenvolvimento e o conhecem como ‘box to box’. Com o técnico Alfredo Arias no Deportivo Cali, ele teve um salto no rendimento e foi provavelmente o melhor expoente nesta posição em todo futebol colombiano – afirmou Luis Guerra, jornalista do Habla Deportes.

O jornalista faz um alerta aos torcedores: Colorado não chega para ser a sombra para Luan ou tirar espaço de evolução de Pablo Maia. O colombiano, na verdade, melhora quando possui um meio-campista mais defensivo ao lado.

– Ele tem boa técnica, chega bastante à posição de finalização e sua melhor versão ocorre quando tem ao lado um recuperador de bola nato que lhe permita ter certas liberdades – acrescentou.

Colorado é observado por Miranda durante treino no São Paulo — Foto: Divulgação

Colorado é observado por Miranda durante treino no São Paulo — Foto: Divulgação

A melhor versão de Colorado veio justamente na temporada 2021, a última do empréstimo ao Deportivo Cali. O jogador foi um dos destaques na conquista do Clausura da Colômbia, competição na qual o jovem de 23 anos anotou três gols e deu cinco assistências.

A campanha chamou a atenção da seleção colombiana. Colorado teve a primeira chance pela equipe nacional em janeiro, quando anotou um gol na vitória sobre Honduras, em amistoso.

São Paulo estreia quinta-feira na Copa do Brasil contra o Campinense

A franca evolução no ano passado insere Colorado no grupo dos meio-campistas avaliados para fazer parte do grupo da seleção para o próximo ciclo de Copa do Mundo.

A Colômbia já planeja as Eliminatórias para 2026 por conta da campanha ruim na atual. O time comandado por Reinaldo Rueda ocupa a sétima posição com 17 pontos, quatro a menos do que o quinto colocado Peru. Restam apenas duas rodadas.

Portanto, o empréstimo ao São Paulo também é enxergado como uma grande possibilidade de projeção. Ir bem no Tricolor, em um cenário competitivo como o Brasil, vai facilitar o caminho de Colorado para ser o futuro da seleção colombiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.