Caravana já realizou quase 2 mil cirurgias e mais de 7 mil exames, diz Reinaldo

Governador diz que meta é zerar fila de espera até o fim de ano, que aumentou durante a pandemia

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. (Foto: Reprodução/Facebook)

Em três meses, a Caravana da Saúde já realizou mais de 7 mil exames e quase 2 mil cirurgias. A afirmação é do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), na manhã desta terça-feira (8) à rádio Difusora Pantanal.

“Temos já 11 mil exames agendados, como ressonância, tomografia e ultrassom. Temos 2.082 cirurgias agendadas nos hospitais que contratamos. E já temos 1.959 cirurgias realizadas e 7.190 exames realizados. Essas pessoas, quando os municípios e os hospitais estavam tratando só covid, foram ficando na fila, que foi aumentando”, detalhou o chefe do Executivo estadual.

O investimento é de R$ 200 milhões, por meio do Fesa (Fundo Estadual de Saúde). “Até o final do ano, nossa meta é zerar essa fila. Isso é estender a mão às pessoas que precisam”, destacouDentro da caravana, há duas modalidades. O Examina MS deve realizar 55 tipos de exames médicos por meio do SUS (Sistema Único de Saúde). Serão 33 mil diagnósticos de média e alta complexidade, ao todo, a partir de investimento de R$ 20 milhões.Já o Opera MS deve realizar 5,4 mil cirurgias por mês em 34 hospitais credenciados para participar do projeto em vários municípios do Estado. Ao todo, há 70.009 procedimentos já previstos pelo governo para serem realizados em 13 meses de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.