Dólar opera em queda e se aproxima de R$ 5

Na terça-feira (8), a moeda norte-americana recuou 0,49%, a R$ 5,0537.


Nota de US$ 5 dólares — Foto: REUTERS/Thomas White

Nota de US$ 5 dólares — Foto: REUTERS/Thomas White

O dólar opera em queda nesta quarta-feira (9), em dia de recuperação nos mercados externos após o tombo da véspera, com a decisão dos Estados Unidos e do Reino Unido de proibir a importação de petróleo e derivados procedente da Rússia.

Às 10h05, a moeda norte-americana recuava 0,73%, vendida a R$ 5,0168. Veja mais cotações.

Na terça-feira, o dólar fechou em queda de 0,49%, a R$ 5,0537. Com o resultado, passou a acumular queda de 1,99% no mês. No ano, tem baixa de 1,99% frente ao real.

No cenário doméstico, o IBGE divulgou mais cedo que a produção industrial recuou 2,4% em janeiro, seguindo abaixo do nível pré-pandemia. Na comparação com janeiro do ano passado, a queda foi ainda maior, de 7,2%

O mercado ainda aguarda possíveis medidas do governo para conter a alta dos preços dos combustíveis, pressionados pelo conflito na Ucrânia.

O impacto econômico da guerra tem desestabilizado os mercados internacionais e provocado a disparada dos preços das commodities. Nesta quarta, o petróleo opera com queda, mas ainda acima de US$ 120 o barril – quase o dobro do valor de dezembro.

Moedas de países exportadores de petróleo, metais, milho e trigo, entre outras commodities, entretanto, têm sido beneficiadas pela escalada dos conflitos, já que temores de interrupção da oferta impulsionaram os preços desses produtos a máximas em vários anos.

Os juros em patamares elevados no Brasil e a perspectiva de novas elevações na Selic têm contribuído também para o fluxo de dólares para o país e para a valorização do real nas últimas semanas.

t

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.