Como Steven Gerrard usa o losango no meio-campo para Coutinho brilhar no Aston Villa

Esquema adotado pelo técnico aproxima o jogador do gol e abre espaço para ele atuar na função de enganche, armando o time e fazendo gols

Na tradição do futebol argentino, o camisa 10 tem um nome específico: enganche. Com visão de jogo e habilidade, ele circula por todo o meio, arma o time e entra na área para fazer alguns gols. Um papel que Steve Gerrard parece se inspirar para devolver os dias de bilho a Philippe Coutinho no Aston Villa.

O brasileiro, aposta certeira de Tite para a Seleção após viver momentos irregulares no Barcelona, vem jogando justamente nessa posição de enganche na equipe inglesa, que até adota um esquema com ares argentinos: um 4-3-1-2, o losango no meio-campo.

Foi assim que o Aston Villa goleou o Southampton e o Leeds nos últimos dois jogos da Premier League. Ambos com gols de Coutinho.Gerrard Phillippe Coutinho Aston Villa — Foto: Reuters

Gerrard Phillippe Coutinho Aston Villa — Foto: Reuters

Ocupação de espaços e linhas de passe favorecem Coutinho

 

Coutinho atua na faixa central, entre Ings e Watkins e três meiocampistas, sendo Douglas Luiz o mais próximo da defesa e Ramsey e McGinn acima. A imagem acima mostra um momento no qual o Aston Villa se organiza defensivamente, com os jogadores ocupando faixas iniciais – é o momento no qual é possível ver o esquema.

Losango no meio-campo: Coutinho fica mais próximo dos atacantes e três médios cobrem a defesa — Foto: Reprodução

Losango no meio-campo: Coutinho fica mais próximo dos atacantes e três médios cobrem a defesa — Foto: Reprodução

Quando o Aston Villa tem a bola e constrói jogadas, o papel de Coutinho é claro: ele é um preparador. Ele não recua até a faixa de zagueiros para pensar de trás. Quem faz isso é Douglas Luiz, titular da Seleção Olímpica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.