É fake: Detran-MS alerta para tentativa de golpe em site de inscrição para CNH social

Site anuncia que há vagas em aberto do cadastro gratuito para tirar CNH em MS

None
(Foto: Divulgação/Governo do Estado)

O Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) informou, nesta terça-feira (15), um novo alerta para tentativas de golpes usando o nome da instituição em sites fakes e que estaria com inscrições abertas para a primeira fase do programa CNH MS Social, onde dá direito a habilitação gratuita.

O site anuncia que matrículas on-line estão, chamando atenção para clicar em um link, que ao acessar por um computador, a vítima é direcionada para uma página em branco e pelo celular para outra página falsa com assinatura do Governo Federal. Em seguida, o site fornece um formulário pedindo os dados pessoais, o que é perigoso. O site ainda pede que a vítima encaminhe o site para outras pessoas.

“Esse tipo de aplicação é comum. Depois de mandar para várias pessoas vai pedir para baixar um arquivo, onde está o vírus. As pessoas precisam ficar atentas e checar todas as informações. Nós estamos finalizando e realizando os últimos ajustes, mas o Programa CNH MS Social ainda não foi lançado,” ressalta a diretora de Educação para o Trânsito do Detran-MS, Elijane Coelho.

Vale lembrar que o Governo do Estado irá publicar um edital, através do Diário Oficial do Estado, a relação de vagas, que serão distribuídas pelos 79 municípios, além do período de inscrição e regras para conseguir o benefício. Outro ponto é que as vagas serão oferecidas para pessoas em situação de vulnerabilidade e que precisam da CNH para trabalhar.

“O Detran-MS não vai sortear, não vai ligar, não vai oferecer o benefício por mensagens de whatsapp ou sms e por isso, as pessoas precisam estar atentas para não caírem em golpes. As inscrições serão realizadas pelo site do Detran e terá ampla divulgação quando liberado”, conclui Elijane.

CNH MS Social

O programa “CNH MS Social” vai beneficiar cinco mil pessoas de famílias carentes por ano com o pagamento de todos os custos do processo de habilitação, desde os gastos com a autoescola, em relação as aulas práticas e teóricas, até o pagamento das taxas do Detran.

Para participar da seleção é preciso já fazer parte do Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.

Entra neste programa a habilitação nas categorias A, B ou AB, adição de categoria A ou B e mudança para as categorias C, D ou E. Não serão contemplados os motoristas que tiverem cometido crimes na condução de veículo com sentença penal condenatória transitada em julgada, assim como aqueles que tiveram permissão para dirigir cassada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.