Especialista em voos com cocaína, piloto é preso em operação no Paraguai

Ação é mais um desdobramento da Ultranza, deflagrada em fevereiro

Diego foi preso por agentes da Senad
Diego foi preso por agentes da Senad – Divulgação

Diego José Cubas Jordan, 32 anos, piloto de profissão, foi preso na manhã desta terça-feira (15), no Bairro de La Concórdia, em Mariano Roque Alonso, no Paraguai. Ele é apontado como um elemento-chave da organização criminosa para voos ilícitos de tráfico de drogas e foi capturado no âmbito Operação Ultranza.

A ação policial da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai foi coordenada pelo promotor Jalil Rachid. Com o piloto foram encontrados um Mitsubishi Lancer Evolution e uma camionete Toyota Fortuner, considerados veículos de luxo.

Desde segunda-feira os agentes da Senad fazem buscas em apreensões em diversos imóveis de propriedade de Yolanda Isfran, irmã do ‘pastor do narcotráfico’ José Isfranz, que usava dinheiro de venda de cocaína para investir em atividades religiosas.

Balanço divulgado pela Secretaria Nacional Antidrogas mostra que de fevereiro até agora já foram feitas 86 ações policiais. Até o moimento já foram confiscados 86 imóveis,  10 aviões, 1 helicóptero, 7 barcos, 41 tratores, 42 caminhões, 48 motocicletas e 5.002 cabeças de gado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.