Motorista faz acordo de R$ 3,6 mil e se livra de processo por suborno a policiais de MS

Ele havia sido flagrado embriagado e ofereceu PIX de R$ 500 aos militares

None
Foto Ilustrativa

Motorista de 25 anos fez acordo de não persecução penal com o MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) e se livrou de um processo por tentativa de suborno a policiais militares de Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, após ser flagrado dirigindo embriagado. Assim, ele vai pagar R$ 3.636,00, valor que será destinado ao Fundo Municipal de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Consta nos autos que no dia 20 de fevereiro deste ano, uma equipe da PM fazia rondas pela Avenida Nova Poro XV de Novembro, quando avistou um automóvel Toyota Etios fazendo uma ultrapassagem pela direita, em alta velocidade, e parando em um posto de combustíveis próximo. Assim, a polícia foi ao local e abordou o motorista.

Durante checagem, foi constatado que o mesmo apresentava visíveis sinais de embriaguez. Diante do flagrante, ele ofereceu aos militares o valor de R$ 500 via PIX para cada um deles. Os policiais então acionaram o oficial de área, que foi ao local da ocorrência e conversou com o rapaz, sendo apresentada a este a mesma proposta de R$ 500.

Assim, a equipe o prendeu por oferecer suborno. Contudo, no decorrer do processo, foi apresentada a possibilidade de acordo de não persecução penal. O motorista se comprometeu em pagar os R$ 3.636,00, bem como manter o MPMS informado sobre mudança de endereço e viagens. Neste sentido, o juízo da 2ª Vara de Bataguassu homologou o acordo e julgou extinta a punibilidade do rapaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.