Parceira propõe Brasil x Colômbia nos EUA, mas CBF recusa para enfrentar adversários fora da Conmebol

Em 2019, depois da Copa América, brasileiros e colombianos empataram por 2 a 2 em jogo realizado em Miami. De lá para cá, foram mais três partidas. Uma na Copa América e duas pelas Eliminatórias

A seleção brasileira masculina de futebol declinou de convite da parceira comercial para novo amistoso contra a Colômbia em setembro, na data Fifa imediatamente antes da Copa. No período, a Seleção vai realizar dois jogos amistosos, provavelmente os últimos até a estreia no Mundial.

A informação sobre outro jogo de Brasil x Colômbia nos EUA, três anos depois do último encontro amistoso em Miami – empate por 2 a 2, foi publicada na imprensa colombiana. Os rivais sul-americanos se enfrentaram outras três vezes desde o amistoso de 2019.

Na Copa América de 2021 no Brasil, com vitória brasileira de virada (2 a 1), outro empate, na Colômbia, e nova vitória do Brasil por 1 a 0, as duas últimas partidas pelas Eliminatórias.

Neymar em ação na partida entre Brasil e Colômbia em São Paulo — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Neymar em ação na partida entre Brasil e Colômbia em São Paulo — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A Pitch, que detém os direitos de organização de partidas amistosas do Brasil, sugeriu a Colômbia nos EUA pela grande quantidade de imigrantes colombianos – e brasileiros – naquele país, com possibilidade de bom público e demanda pela partida. Mas o entendimento da coordenação da Seleção e da comissão de Tite é para realizar jogos com adversários fora da Conmebol.

Ainda não há adversários definidos, mas a CBF busca rivais de outros continentes.

A CBF tenta autorização da Fifa para realizar fora da América do Sul a partida entre Brasil x Argentina, que é válida pela sexta rodada das Eliminatórias e acabou suspensa após intervenção de agentes da Anvisa e da Polícia Federal, em setembro do ano passado. A ideia que é que o duelo seja disputado na Austrália ou em algum país da Ásia.

O Brasil já teria que enfrentar a Argentina no meio do ano, por obrigação contratual com a Pitch, empresa que detém os direitos de exploração comercial dos amistosos das duas seleções. Depois da decisão da Fifa obrigando que o jogo das Eliminatórias seja disputado, a CBF passou a trabalhar para juntar os dois compromissos.

Na data Fifa do meio do ano, que começa em 30 de maio e vai até 14 de junho, o Brasil deve disputar três confrontos. Além desse duelo contra a Argentina, a Seleção pretende encarar duas equipes asiáticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.