São Paulo faz jogo duro por Luan e Tchê Tchê, mas Santos mantém esperança por troca

Entenda como está a negociação entre os clubes; Tricolor não quer liberar joia de Cotia

Santos tem se movimentado bastante no mercado nos últimos dias e uma dessas movimentações foi a investida na busca por Tchê Tchê e Luan no São Paulo, mesmo sabendo que não seria uma negociação simples. Pelo lado do Morumbi, o negócio definitivamente não será facilitado.

Fontes ligadas à diretoria tricolor afirmam que a chance de Luan entrar no diálogo é zero. O volante, que não atuava desde outubro do ano passado em virtude de uma lesão (retornou contra o Manaus, quarta-feira, na Copa do Brasil), segue prestigiado e visto como um atleta fundamental ao elenco.

O próprio Rogério Ceni, em entrevista coletiva depois da vitória por 2 a 0 sobre o Manaus, destacou a importância do atleta, mas deixou um recado a Luan.

– Luan em condições físicas tem tudo pra ser titular como primeiro volante. Pablo vem bem, vai ser uma disputa saudável. Todos no clube ajudam como podem o Luan. Sei o quanto é difícil voltar após mais de quatro meses parado – disse Ceni.

– Está nas mãos dele, de se dedicar, evoluir, dar uma afinada e persistir nesse trabalho… ele está um pouco cansado, não vejo ele pronto pra 45 minutos. Mas torço para que ele em breve esteja pronto. Ele é útil e nesse esquema ele tem total capacidade de exercer essa função – acrescentou.

Em relação a Tchê Tchê, o São Paulo dá preferência ao Atlético-MG, clube que o meio-campista defende. O Galo tem a opção de compra do jogador, emprestado pelo Tricolor até 31 de maio de 2022.

Tchê Tchê e Luan em jogo do São Paulo no Brasileirão de 2020 — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Tchê Tchê e Luan em jogo do São Paulo no Brasileirão de 2020 — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Portanto, qualquer diálogo mais aprofundado só ocorrerá com o desinteresse atleticano pela compra de Tchê Tchê. Até o momento não houve qualquer contato dos mineiros sobre exercer esta cláusula pelo meio-campista, que atuou em quatro partidas neste ano.

Em dificuldade financeira, o Santos busca negócios que não envolvam muito dinheiro. Por isso, sugeriu, ao São Paulo, uma troca envolvendo três jogadores que não estão nos planos do técnico Fabián Bustos.

No primeiro encontro, o Santos já percebeu que a negociação não seria simples. Mesmo assim, não desiste. Enquanto isso, corre para outras frentes no mercado em busca de reforços para o elenco.

Por outro lado, o São Paulo vive um momento no mercado em que prioriza o acerto de dívidas com o próprio elenco, segundo declarações recentes do diretor de futebol Carlos Belmonte e do técnico Rogério Ceni.

Esse período de austeridade, entretanto, será revisto em caso de oportunidades de mercado. Dificilmente, porém, qualquer movimentação no elenco ocorrerá antes da definição da fase final do Paulistão.

O próprio Ceni afirmou que, por volta de abril, a comissão técnica fará uma avaliação completa do que possui à disposição e se irá haver a necessidade de mais reforços para o restante da temporada. O clube trouxe seis atletas em 2022 (Jandrei, Rafinha, Nikão, Patrick, Alisson e Andrés).

–:–/–:–

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.