Funcionárias de cinema denunciam assédio sexual contra colega de trabalho em Campo Grande

Duas funcionárias da rede de cinemas UCI em Campo Grande – de 19 e 22 anos – denunciaram, nesta segunda-feira (11), um colega de trabalho por importunação sexual durante o expediente. Segundo elas, ele teria confirmado a denúncia na presença de testemunhas, incluindo os gerentes.

O colega estaria ocupando a mesma função que elas e as assediando quase que diariamente, “batendo na bunda delas, pegando na coxa, barriga e por baixo das roupas, as encoxando com abraços maliciosos (sic)” e proferindo xingamentos, dizendo que elas deveriam manter relações sexuais com ele.

Ainda segundo as , o colega de trabalho teria feito comentários sobre o tamanho dos seios e nádegas delas, e de outras funcionárias, enquanto elas ainda não haviam trocado a roupa casual pelo uniforme.

As mulher informaram na  que teriam comunicado o gerente da unidade e ele teria presenciado o suspeito passando as mãos na perna da vítima de 22 anos. Em seguida, devido a suposta omissão do gerente, elas teriam ido conversar com a gerente chefe, e o suspeito teria confessado as práticas, na frente de outras pessoas.

As vítimas alegaram que a empresa possui câmeras de segurança, mas o suspeito “age de maneira mais pesada quando estão nas salas do , onde não há monitoramento (sic)”.

Em nota enviada à reportagem do Jornal Midiamax, a rede UCI de Cinemas afirmou que “repudia com veemência todo e qualquer tipo de importunação sexual e está apurando os fatos que envolvem a denúncia feita pelas funcionárias do complexo Bosque dos Ipês, em Campo Grande. O escritório central da empresa teve acesso às primeiras informações ontem à noite e está checando os detalhes com o todo o rigor que o caso merece”.

*Atualizada às 11h44 para acréscimo do posicionamento do UCI Cinemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.