Leilão da Bigolin está próximo de encerrar e já arrecadou cerca de R$ 20 milhões

Leilão virtual da Bigolin arrecadou cerca de R$ 20 milhões, em Campo Grande. Entre os bens vendidos, havia imóveis, materiais para construção e veículos que pertenceram à empresa, falida em 2021.

O remate foi promovido pela Megaleilões, empresa definida pela Justiça para comercializar os bens da antiga empresa. O montante foi vendido em três etapas, sendo a primeira no dia 29 de março deste ano; depois em 5 e 12 de abril.

Segundo a leiloeira, foram 247.537 itens leiloados, divididos em 73 lotes. Produtos que eram vendidos nas lojas, como materiais de hidráulica, elétrica e bens patrimoniais como móveis e gôndolas foram arrematados.

Com o remate, chega praticamente ao fim o leilão da Bigolin. Resta apenas o pregão do imóvel principal da loja, que fica na rua 13 de Maio. O mesmo foi reavaliado, em razão de um erro de digitação no levantamento anterior, e está estimado em R$ 14,4 milhões.

A estimativa é que a venda do imóvel eleve o valor arrecadado para a massa falida. O resultado é considerado bastante positivo para os envolvidos no processo.

A leiloeira Milena Adri destacou a importância da comunicação, bem como o bom diálogo com todas as partes envolvidas no processo, o que, segundo ela, contribuiu muito para resultado da venda de todos os lotes.

Os valores arrecadados serão destinados aos credores, integrantes da Massa Falida Bigolin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.