Semana de pagamento do Auxílio Brasil começa com beneficiários NIS final 2

Caixa Econômica começa a pagar nesta segunda-feira (18) a parcela de abril do Auxílio Brasil. Nesta segunda-feira, recebem os beneficiários com NIS (Número de Inscrição Social) com final 2. O valor mínimo do benefício é de R$ 400. As datas seguirão o modelo do Bolsa , que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.ebcebc

O beneficiário poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: , desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, 3 milhões foram incluídas.

Confira o calendário completo:

Quem pode participar do programa?

​Podem participar do Programa as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham, em sua composição, gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos. As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00 (cento e cinco reais). As famílias pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de R$ 100,01 (cem reais e um centavo) a R$ 200,00 (duzentos reais).

Para se candidatar ao Programa é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e tenha atualizado seus dados cadastrais nos últimos 2 anos.

Mais dúvidas

As parcelas mensais ficam disponíveis para saque por 120 dias após a data indicada no calendário. Os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Auxílio Brasil”, com o valor do benefício.

Os CRAs (Centros de Referência de Assistência Social) e os outros centros de atendimento do Auxílio Brasil podem entrar em contato com a agência de relacionamento da Caixa Econômica Federal (operadora do programa) no município para obter os cartazes de divulgação com as datas. Os cartazes de divulgação também estão disponíveis aqui.

Em caso de dúvidas, há três canais de atendimento. O número 121, do Ministério da Cidadania, reúne informações e é a central para denúncias. O número 111 é o canal de Atendimento ao Cidadão da  Econômica Federal, e congrega informações sobre o cartão e o saque do benefício. Também é possível acompanhar as principais informações sobre o benefício pelo aplicativo Auxílio Brasil, da Caixa Econômica Federal.

Meu Auxílio Brasil não caiu na conta digital, o que fazer?

O fato de muitos beneficiários relatarem que o Auxílio Brasil, apesar de liberado, não está na conta, tem causado dúvidas e muitos acreditam que ficarão sem o pagamento, diante do bloqueio ou mesmo do cancelamento feito pelo governo.

Mas saiba que isso acontece porque o benefício foi liberado, mas ainda não caiu na conta, tendo em vista que não chegou a data em que o dinheiro fica disponível para saque ou para o pagamento, conforme estabelece o calendário do Auxílio Brasil.

A situação, apesar de angustiante, pode ser resolvida de forma simples, no entanto, se o pagamento estiver com o status “bloqueado” é porque foram identificadas inconsistências sérias nas informações que foram prestadas pela família no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais).

Para conferir todas essas informações, o governo realiza mensalmente a revisão dos cadastros para fazer a exclusão dos beneficiários do programa social, além da inclusão de novas famílias de baixa renda que possuem direito ao benefício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.