DJ Kay Slay, ícone do hip-hop em Nova York, morre aos 55 anos, por complicações da Covid-19

Keith Grayson, conhecido como DJ Kay Slay, morreu aos 55 anos, por complicações da Covid-19.

Ícone do hip-hop em Nova York, o artista morreu no domingo (17). A informação foi confirmada por sua família através de um comunicado da Hot 97, estação de rádio na qual Slay apresentou o programa The Drama Hour por mais de duas décadas.

“A Hot 97 está triste e em choque pela perda de nosso amado DJ Kay Slay. Figura dominante na cultura hip-hop, com milhares de fãs em todo o mundo, o DJ Kay Slay será lembrado por sua paixão e excelência com seu legado que transcenderá gerações”, informou o comunicado.

“Ícone cultural, Kay Slay era mais do que apenas um DJ. Para nós, era nossa família e uma parte vital que fez da Hot 97 o sucesso que é hoje.”

Grayson cresceu em Harlem e começou a fazer grafites ainda na adolescência, sendo destaque do documentário sobre hip-hop “Style Wars” (1983).

DJ na Hot 97, o artista se destacou na década de 1990, quando produziu algumas mixtapes que apresentavam alguns rappers promissores na época e que, hoje, são destaques mundiais, como Jay-Z e Eminem.

40 vídeos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.