Em 22 dias de abril, concessionária registra 134 furtos de hidrômetros em Campo Grande

Campo Grande tem enfrentado problemas corriqueiros de furtos de fiação elétrica, mas, recentemente, cresce o número de um  alvo de criminosos: o hidrômetro, por conta do cobre do material. Em apenas 22 dias de abril, cerca de 134 famílias tiveram o cavalete levado, segundo dados de pedido para religação da Águas Guariroba.

No levantamento parcial da concessionária responsável pelo serviço sanitário, entre 8 a 26 de abril, a empresa recebeu 134 solicitações de troca em que o motivo seria o furto. Nesses casos, o morador precisa encaminhar o documento do boletim de ocorrência no pedido, para que o serviço de religação seja feito sem custo.

Pela terceira vez, Kamila dos  Soares da Silva, de 27 anos, tem materiais da casa, no Jardim Colibri, furtados. Ao acordar, na última terça-feira (26), a família levou um surto depois de ver que estavam sem água. Procurando de onde seria o problema, encontraram a caixa do hidrômetro vazia.

“Fiquei desesperada. Para quem tem  em casa é bem difícil. Não temos segurança no bairro. Trabalhamos tanto para esse vândalos vir e roubar tudo”, lamenta.

Na região há câmeras de segurança, as imagens flagraram o criminoso, que aproveita a madrugada para abrir a caixa e levar. Com uma bicicleta, ele observa a rua, avista o local e, com ajuda de uma ferramenta, leva o aparelho. A ação é rápida, ele furta o cavalete em menos de um minuto, em seguida, foge de bicicleta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.