Polícia caça receptadores de cobre na Capital

Contra furto de cabos, fios de cobre e hidrômetros, força-tarefa da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) cumpre mandados de busca e apreensão em Campo Grande, nesta quinta-feira (5). Policiais civis e militares estão em todas as regiões nesta manhã.

Conforme a Sejusp, a “Operação Vastum” cumpre os mandados em residências e estabelecimentos comerciais de compra e venda de recicláveis localizados no Centro e nas regiões do Segredo, Bandeira, Anhanduizinho, Imbirussu e Lagoa.

Isso porque, houve aumento considerável desse tipo de delito na Capital. Os ladrões invadem comércios e residências, furtam fios e revendem, geralmente, para comprar drogas. Os hidrômetros, usados para medir o volume da água, também são alvos dos bandidos. Eles possuem uma peça de cobre e são vendidos para a reciclagem.

Conforme a GCM (Guarda Civil Metropolitana), nos últimos dois anos, a Prefeitura de Campo Grande registrou um prejuízo de aproximadamente R$ 2 milhões em decorrência de furtos de fios de locais públicos. Esse balanço inclui tampas de bueiros e grelhas de bocas de lobo.

Comprar também é crime – O crime não se restringe apenas a quem furta, mas também quem compra o material, que comete a receptação. “Este tipo de delito só ocorre porque tem quem compra”, conforme a GCM.

Hidrômetros também são alvos de ladrões. (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)
Participam da Operação as delegacias de área subordinadas ao Departamento de Polícia da Capital (DPC) e as especializadas, subordinadas ao Departamento de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil, bem como os Batalhões e Companhias Independentes da Polícia Militar de Campo Grande. A polícia fará uma coletiva de imprensa no final da manhã de hoje para falar sobre a operação e divulgar balanço parcial. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.