Brasileiros são quase um terço dos estrangeiros em Portugal

Os brasileiros correspondem a quase um terço de todos os estrangeiros que vivem em Portugal, revelou um relatório do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) do país europeu divulgado nesta quinta-feira (23/06

De acordo com o documento, a população estrangeira residente em Portugal totalizou 698.887 cidadãos no ano passado – o maior número registrado desde o início da série história em 1976. “Em 2021 verificou-se, assim, pelo sexto ano consecutivo, um acréscimo da população estrangeira residente, com um aumento de 5,6% face a 2020”, destaca o relatório.

Os brasileiros são a maior comunidade de estrangeiros em Portugal. Em 2021, 204.694 brasileiros viviam no país europeu, ou seja, 29,3% do total de estrangeiros registrados, a parcela mais elevada desde 2012. Dos brasileiros residentes, 111.986 são mulheres, e 92.708, homens.

Apesar da manutenção da tendência de alta, o relatório apontou que a pandemia de Covid-19 provocou uma desaceleração no aumento da população estrangeira de Portugal em relação a 2020.

Leia também:

O documento afirma que ainda que os principais motivos para a concessão de novos títulos de residência no país foram atividade profissional, reagrupamento familiar e estudo.

O relatório destaca ainda que a comunidade oriunda do Brasil foi a que mais cresceu em 2021 (11,3%) em relação a 2020.

Após o Brasil, cidadãos do Reino Unido foram a segunda maior comunidade estrangeira em Portugal (41.932), seguido de Cabo Verde (34.093), Itália (30.819), Índia (30.251), Romênia (28.911), Ucrânia (27.195), França (26.719), Angola (25.802) e China (22.782). O relatório destaca o aumento da comunidade indiana, que subiu quatro posições, ocupando agora o quinto lugar.

O documento também mostrou que a população imigrante em Portugal reside sobretudo no litoral, sendo que 68% dos estrangeiros estão registados nos distritos de Lisboa, Faro e Setúbal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.