Projeto leva teatro em comboio por nove cidades de MS, com 14 espetáculos e rodas de discussão

Grupos de teatro, a partir deste sábado (9), levam espetáculos para nove cidades de Mato Grosso do Sul, além de cortejo, rodas de discussão e seminário. Serão, ao todo, 14 apresentações diferentes, cuja intenção é descentralizar a produção teatral de Campo Grande para outras cidades do Estado.

Com o nome “Comitiva Cultural – Teatro em Comboio por MS”, o projeto tem o conceito de dispersar “arte por toda parte”, de forma gratuita. As cidades contempladas são: Laguna Carapã, Itaporã, Rochedo, Rio Negro, Inocência, Selvíria, Paraíso das Águas, Camapuã e Campo Grande.

 

Realizado pelo FIC 2022 (Fundo de Investimento Cultural), o projeto conta com sete grupos no comboio: Circo do Mato, Flor e Espinho, Florescer do Cerrado, Fulano Di Tal, Identidade Cultural, Imaginário Maracangalha e Teatral Grupo de Risco.

O lançamento ocorre às 19h do sábado (9), na sede do Teatral Grupo de Risco, localizado na Rua Trindade, número 401, Jardim Paulista, com o spetáculo Do Bem Amado com o grupo Fulano di Tal.

(Grupo de Risco/Divulgação)

A peça é livremente inspirada na obra “O Bem-Amado” de Dias Gomes, que conta a história de Odorico Paraguaçu, prefeito da cidade de Sucupira do Sul, que tem como principal meta de governo a inauguração de um cemitério municipal. Com o apoio das irmãs Cajazeiras Dorotéa, Dulcinéa e Judicéa, mais a ajuda de seu secretário Dirceu Borboleta, a oposição de Neco Pedreira (dono do único jornal da cidade) e com os conselhos do Vigário da cidade, o prefeito precisa encontrar um meio para conseguir realizar sua meta.

 

Yago Garcia, proponente do projeto, ressaltou que “é um grande prazer” levar esta diversidade de espetáculos para o interior de Mato Grosso do Sul. “Procuramos escolher municípios que não costumam ter acesso a produção cultural. Muitas pessoas da plateia estarão assistindo um espetáculo de teatro pela primeira vez. São trabalhos lindos que com certeza, vão emocionar e ficar na memória de crianças e adultos”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *