Copinha ocorre em meio a aumento de número de casos de Covid-19 sem exigir teste negativo

O Atlético-MG venceu sua segunda partida na Copa São Paulo de Juniores. Superou o Andirá (PA) por 1 a 0 e o desfalque de 12 jogadores, todos confirmados ou com suspeitas de estarem com Covid-19. Cancelada em 2021 por causa da pandemia, a Copinha acontece este ano afetada pelo novo aumento no número de casos da doença.

 

O regulamento da competição permite que jogadores atuem sem terem sido testados previamente para a identificação do vírus. Basta que ele esteja com o esquema vacinal completo, o que não o impede de se contaminar e transmitir a doença para outras pessoas.

Adeus do ídolo:Sem acordo para permanência, Fábio anuncia saída do Cruzeiro após 17 anos: ‘Dor e gratidão’

O mesmo cabe para a torcida nos estádios. O acesso está permitido, desde que ele apresente ou a vacinação completa, ou testes PCR (realizados com no máximo 48 horas de antecedência), ou de antígeno (24h).

Jogadores e membros da comissão técnica que testem positivo para a Covid-19 devem cumprir quarentena de dez dias antes de retornarem às atividades de campo — a competição vai até o dia 25, quando a final ocorrerá no mesmo dia em que a cidade de São Paulo comemora aniversário.

Mercado:Entenda por que o Fluminense é o clube grande que mais contrata nesta janela de transferências

Procurada, a Federação Paulista de Futebol, que organiza a Copinha, afirmou que segue as diretrizes do decreto do governo estadual para definir os critérios para a presença de torcedores nos estádios. Além da vacinação ou dos testes negativos, os torcedores são obrigados a estar com máscaras para acompanhar os jogos.

Questionada sobre a possibilidade de rever os critérios para a presença de torcedores nos estádios diante do aumento no número de casos da Covid-19, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo afirmou que “toda e qualquer medida adotada para enfrentamento da pandemia é precedida por análises técnicas junto ao Comitê Científico e ao Plano Estadual de Imunização (PEI), baseada nos indicadores da doença”.

Mais Copinha:de Vanderson a Praxedes, como estão os destaques da última edição do torneio

Ao menos outros três times tiveram a iniciativa de testar seus jogadores e encontraram casos de Covid-19: Botafogo, Palmeiras e São Paulo. Uma vez que testagem não é obrigatória, o número de jogadores inscritos na Copinha e atuando com o vírus pode ser muito maior do que o conhecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.