Suspeito de matar viúva de policial executado em disputa por herança é preso na fronteira

None
Jorge e Maricela foram executados – (Divulgação)

Foi preso pela polícia paraguaia homem suspeito de matar Maricela Rojas Gimenez a tiros nessa quinta-feira (13), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande. Ele foi encontrado em uma casa na Fração Guavirá.

A batida feita acabou na prisão de Geraldo Ortega, irmão de Jorge Ortega Garcia, marido de Maricela, assassinado em 2021. Segundo o site ABC Color, a mulher estava em uma camionete na companhia de uma adolescente quando o veículo foi interceptado pelo autor, que estava em uma motocicleta. Ele fugiu logo após o crime.

Maricela chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu. O crime teria ocorrido devido a uma disputa por herança.  A ex-sogra de Maricela está presa. Jorge Ortega foi assassinado a tiros de fuzil em setembro de 2021. Ele foi morto quando saia de uma oficina mecânica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *