Com reformas e novas escolas estaduais, investimento será de R$ 500 mi em 8 anos – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Após dois anos de pandemia de covid-19, a SED (Secretaria de Estado de Educação) prevê aumento no número de alunos nas escolas estaduais. Para dar conta desse momento, o Governo do Estado segue com construção, reforma, readequação e ampliação de escolas, que até o fim de 2022 vão totalizar investimento de R$ 500 milhões, nos últimos oito anos.

Os estudantes da rede estadual de ensino retornam às aulas em 3 de março. Conforme a SED, até o fim do ano passado havia 205 mil estudantes matriculados nas 347 escolas estaduais.

A previsão é fechar este ano com aumento de 98 para 132 escolas de ensino integral em Mato Grosso do Sul. Para garantir o retorno seguro dos alunos às aulas presenciais, o governo gastou R$ 3,6 milhões com os protocolos de biossegurança e R$ 139 milhões em equipamentos, materiais e mobiliário.

Durante a suspensão das aulas presenciais, o governo acelerou as obras de reformas e adaptação das escolas, incluindo a readequação dos espaços para comportar as 34 novas escolas de tempo integral. Até o ano passado, a chamada Escola da Autoria atendeu a 22 mil estudantes matriculados em 98 unidades em 46 municípios. Com a ampliação para 133 escolas, mais oito cidades terão ensino integral.

Atualmente, a rede tem  289 escolas na área urbana e 58 na zona rural, além de 8 Centros de Educação Profissional. Nas Escolas da Autoria, o aumento no número de alunos corresponde a 40%.

Os alunos retomaram as atividades em sala de aula entre 2 de agosto e 4 de outubro e os casos de covid-19 representaram menos de 1% das notificações. No período, mais de 65% do público com idades entre 12 e 17 anos estavam vacinados, pelo menos com a primeira dose.

Reformas – De acordo com a SED, entre 2015 e 2021 mais de 270 escolas foram reformadas, ampliadas, readequadas ou receberam alguma obra de melhoria na estrutura. Houve mais de 660 intervenções e muitas das escolas receberam mais de uma intervenção. O governo prevê investir este ano R$ 150 milhões.

Além dos investimentos na rede física, o Governo do Estado também investiu em recursos humanos, com a abertura de concurso e outros processos seletivos e de formação, para atender à nova configuração da rede de ensino e montar banco de reserva para solução de continuidade.

Nos últimos sete ano, foram realizados 309 cursos de formação e no ano passado mais de 20 mil profissionais participaram de jornada pedagógica. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.