Que me perdoem os times espanhóis, mas a Champions merece Guardiola x Klopp na final

Manchester City e Liverpool largaram em vantagem nas semifinais desta Liga dos Campeões da Europa e logo aumentaram a expectativa sobre um possível encontro entre Pep Guardiola e Jürgen Klopp na decisão. Que me perdoem os torcedores de Real Madrid e Villarreal, mas o maior torneio entre clubes do planeta merece que isso seja concretizado na próxima quarta-feira.

O espanhol de 51 anos e o alemão de 54 são dois dos maiores treinadores da história e na última década foram protagonistas em solo europeu. Primeiro, na Alemanha. Depois, desde 2016, na Inglaterra. Rivalizar numa final de Champions seria a cereja do bolo, e isso nunca esteve tão perto de acontecer – já se enfrentaram uma vez nas quartas, com o Liverpool levando a melhor em

Times vencedores sempre entram para a história, nem que seja a do próprio clube. Mas os times vencedores de Guardiola e Klopp, com o futebol de encher os olhos que vemos a cada semana, marcam uma era. Daqui a muitos anos, certamente estaremos falando do período em que City e Liverpool estiveram sob comando dos dois.

E as histórias são relevantes em Champions. Pep conquistou duas logo no início de sua carreira como técnico, com aquele Barcelona mágico, em 2009 e 2011. Parou na semifinal nas quatro edições seguintes que disputou, uma pelo Barça e três pelo Bayern de Munique. Depois, no City, teve percalços até voltar a uma final – e perder para o Chelsea, na temporada passada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.