Garotos revelados na base devem perder espaço no São Paulo com a chegada de reforços

As movimentações do São Paulo nesta janela de transferência devem fazer com que os garotos revelados nas categorias de base percam espaço em 2022.

Se no ano passado eles foram uma das principais engrenagens do elenco, neste ano a tendência é que os jovens tenham mais dificuldades para se firmarem no time comandado por Rogério Ceni.

No gol, o goleiro reserva em 2021 era o garoto Lucas Perri. Com a contratação de Jandrei, ele foi emprestado ao Náutico. Desta maneira, o único jogador da posição que saiu de Cotia é Thiago Couto, que será o terceiro goleiro.

O setor defensivo, por sua vez, é quase todo dominado por atletas experientes. Na lateral direita, Rafinha foi contratado para ser titular absoluto. Na zaga, Arboleda e Miranda são unanimidades, com Léo brigando por uma vaga. Walce e Diego Costa, então, devem ser pouco utilizados, ainda mais se for confirmada a contratação de Lucas Ribeiro.

Igor Gomes lamenta chance perdida pelo São Paulo diante do Ceará — Foto: Marcos Ribolli

Igor Gomes lamenta chance perdida pelo São Paulo diante do Ceará — Foto: Marcos Ribolli

A lateral esquerda é a única que pode ter uma disputa entre um jovem e um experiente na defesa. Trata-se de Reinaldo e Welington. O veterano terminou 2021 como titular, mas vê a disputa com o companheiro aumentar cada vez mais. A pré-temporada deve definir quem será o dono da posição nesse início de ano.

A disputa no meio de campo é ainda mais acirrada. Isso porque o São Paulo contratou Alisson e Patrick e ainda deve anunciar nos próximos dias Nikão, que pode fazer as vezes de meia ou de atacante.

Por conta dessas movimentações, Liziero, revelado em Cotia, já foi emprestado ao Internacional. Portanto, Luan, Rodrigo Nestor, Gabriel Sara e Talles Costa terão que provar a Rogério Ceni que podem desbancar os reforços.

Gabriel Sara em Fortaleza x São Paulo — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Gabriel Sara em Fortaleza x São Paulo — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Por fim, no ataque, quase não há espaço para os garotos. Além da iminente chegada de Nikão, o São Paulo ainda tem Luciano, Calleri e Rigoni como possíveis titulares. Na reserva, Pablo, Vitor Bueno e Eder são os mais experientes.

O Tricolor ainda busca mais um nome para atuar pela beirada do campo. O mais forte nesse momento é Soteldo, mas as negociações estão complicadas e se arrastam há alguns dias

Central do Mercado: São Paulo negocia com Lucas Ribeiro, ex-Inter

Todos esses fatores fazem com que Juan, que subiu nesta temporada para o time profissional, e Marquinhos, revelado no ano passado, tenham uma difícil e acirrada disputa por uma lugar na equipe, principalmente entre os titulares.

Dependendo da performance na Copinha, alguns garotos ainda podem ganhar chances no time principal após a competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.