Santos não se fecha ao mercado e ainda monitora possíveis reforços para 2022 após fechar com Goulart

Santos espera assinar o contrato com o atacante Ricardo Goulart nesta terça-feira, mas isso não significa que o clube irá se afastar do mercado de transferências.

Apesar de não pretender fazer “loucuras”, com altos investimentos além de Ricardo Goulart, o Peixe acredita que não seja a hora de fechar o elenco comandado pelo técnico Fábio Carille.

Por isso, o executivo de futebol do Santos, Edu Dracena, seguirá, nas próximas semanas, de olho em possíveis alternativas para o clube: jogadores em fim de contrato, livres no mercado ou com baixo custo para serem contratados.

Edu Dracena fala ao telefone durante treino do Santos — Foto: Ivan Storti / Santos FC

Edu Dracena fala ao telefone durante treino do Santos — Foto: Ivan Storti / Santos FC

Diante de um orçamento apertado, o Santos não tem planos de pagar altas multas rescisórias, mas sabe que precisa se reforçar para a temporada.

As duas laterais, por exemplo, são escassas de opções. Na direita, apenas Madson e Daniel Guedes, que volta de empréstimo, estão à disposição do técnico Fábio Carille. Na esquerda, Felipe Jonatan não tem reserva; Lucas Pires, que disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior, deve ser promovido em fevereiro.

No perfil procurado pelo Santos, o zagueiro Maicon, do Cruzeiro, é monitorado. O clube mineiro ainda precisa pagar dívidas para se livrar do transfer ban na Fifa e poder inscrever o jogador. O Peixe está de olho e monitora a situação.

À espera de Goulart, Santos procura laterais para a temporada

Santos já contratou dois jogadores para a próxima temporada: o meia Bruno Oliveira e o zagueiro Eduardo Bauermann. O atacante Ricardo Goulart está perto de assinar contrato e ser anunciado como o novo camisa 10 do Peixe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.