Apesar do aumento nas filas, maioria diz que não fez teste da covid em 2022 – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Homem faz teste de antígeno em centro de testagem da UCDB. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ainda que a média de testes de covid feitos em Campo Grande seja a maior em toda a pandemia, a maioria dos leitores (76%) afirma que não realizou exame para detecção do coronavírus, no começo de 2022. Os demais 24% relatam que realizaram o diagnóstico.

A Abramed (Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica) recomendou, em nota técnica, a priorização de pacientes graves para a realização dos exames, devido a risco de desabastecimento de insumos para os testes para detecção de coronavírus.

Mesmo que haja um aumento expressivo do número de pacientes com sintomas gripais – crescimento que pode ter sido provocado pelas variantes Ômicron, da covid, além da Darwin, da influenza H3N2 (ambas sem confirmação oficial, até o momento) -, a rede particular tem sentido a falta de tais produtos, enquanto a rede pública tem estado lotada há alguns dias.

– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.