Cruzeiro inicia “era Ronaldo” em campo com proposta ofensiva e sonho de virada de chave

Desde 16 de dezembro, o Cruzeiro vive o sonho real de que os dias serão melhores daqui para frente. Tudo isso depositado em cima de Ronaldo Fenômeno, novo gestor do clube. No futebol, a nova era da já centenária Raposa começa nesta quarta-feira, às 17h (de Brasília), contra a URT, na estreia da temporada e no Campeonato Mineiro (clique aqui e saiba mais).

Ronaldo Fenômeno estará no Independência para acompanhar a partida. A promessa dele é vivenciar, sempre quando possível, o dia a dia do futebol do Cruzeiro e estar perto dos jogadores.

Na era Ronaldo, o Cruzeiro anunciou cinco atletas: o goleiro Rafael Cabral, os laterais Gabriel Dias e Matheus Bidu, o volante Willian Oliveira e o atacante Waguininho. Outros sete jogadores haviam sido anunciados antes da gestão do ex-atacante: Maicon, Sidnei, Mateus Silva, Machado, Pedro Castro, João Paulo e Edu.

Ronaldo e Pezzolano em primeira visita do Fenômeno na Toca da Raposa — Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Ronaldo e Pezzolano em primeira visita do Fenômeno na Toca da Raposa — Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

A expectativa é que, com Ronaldo, o Cruzeiro viva uma nova era, de compromissos financeiros – com elencos e mercado – sendo honrados, além de ter uma organização administrativa, muitas vezes ausente no clube e que o levou ao rebaixamento e à grave crise financeira atual.

“Cada jogo, uma final”

 

Em campo, o Cruzeiro será comandado por um novato no futebol brasileiro: o uruguaio Paulo Pezzolano. Vindo do Pachuca, do México, ele está acostumado a trabalhar em ambientes de clube-empresa e chega com uma proposta de jogo ofensivo.

– O que trabalhamos mais desde o começo do primeiro dia foi a intensidade, que temos que trocar, que é o mais difícil. Estamos trabalhando muito isso, mais mobilidade técnica e tática para pegar os jogadores que queremos. Quero que amanhã (quarta) se veja um time intenso. Vamos ver o quanto aguenta o time o maior tempo possível, porque é o primeiro jogo. Vamos tentar ficar com a bola, virar o jogo. Aos poucos vai se vendo com a boa saída do goleiro. Vai começar a ver a partir de amanhã. Mas já quero ver o time com intensidade – disse o treinador.

Paulo Pezzolano, técnico do Cruzeiro — Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Paulo Pezzolano, técnico do Cruzeiro — Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Pezzolano disse que não irá priorizar o torneio, apesar de saber que o objetivo é voltar à Série A do Brasileiro. O treinador prometeu um time aguerrido e que irá busca o título do Estadual.

– Nós, como já falei, encaramos o primeiro jogo com muita intensidade, com muita vontade de ganhar. Não tivemos jogo amistoso. Não vamos correr menos porque é estadual. Depois vamos correr mais. Não, para amanhã, já é a primeira final para nós. Vai ser um primeiro jogo. Vai custar um pouco no físico. Eles têm que pegar a quantidade de minutos. Vai custar no físico. Mas teremos o que melhor na cabeça, fisicamente, e vamos sair para jogar como se fosse uma final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.