Pai de Maria fala sobre ligação com a filha: “Tudo o que ela gosta, eu gosto”

Carlos Augusto Câmara, de 50 anos, não esconde o orgulho que sente de Maria no BBB22. Cria da Cidade Alta, comunidade de Cordovil, na Zona Norte do Rio, o gari e massagista está completamente encantado com a participação da filha no programa. E admite estar surfando um pouco na onda da fama da atriz e cantora. “Estou tirando uma casquinha, né? (risos) Ela só fala em mim, temos uma ligação incrível. Tudo o que ela gosta, eu gosto. A Maria é muito parecida comigo, tem a personalidade igual a minha, a gente gosta de correr atrás. Ela gosta de trabalhar igual ao pai”, elogia.

Carlos se divide entre dois trabalhos. “Sou gari há 12 anos na Comlurb e trabalho numa sauna masculina no Catete. Sou formado em massoterapia corporal. Acordo quatro e meia da manhã, pego o ônibus às cinco e chego no trabalho, na Tijuca, às 6h. Fico até as 13h. Almoço e pego no Catete às 15h. Fico lá até as 20h”, explica ele, que é divorciado. “Estou separado da mãe dela há três anos e sete meses. Moro em Cordovil sozinho, lavo minha roupa sozinho. Faço tudo sozinho. A Maria trabalha e vive a vida dela. E eu vivo a minha. Tenho muito orgulho dela”, derrete-se, reafirmando que tem uma ligação muito forte com a jovem. “Qualquer filho quer retribuir os pais. Ela sempre acha que tem que retribuir. Se ela ficar milionária vai querer me dar pelo menos um tênis”, entrega, rindo.

Carlos também se diverte lembrando do dia em que ele e Maria beijaram a mesma mulher em uma noitada. “Fomos para uma balada e ela é jovem, tem o jeito de viver dela meio louco. E, de repente, olhei e pensei: ‘que isso, minha filha beijando mulher?’ É o jeito dela! No finalzinho tinha uma pessoa me dando oportunidade. Depois estávamos conversando e falei: ‘peguei bem aquela pessoa’. E ela me falou: ‘dei uns beijos nela antes’. A gente ria muito dessa loucura”, relembra.

Ele reconhece que, desde que Maria entrou no BBB22 e o público descobriu que ele é pai dela, as cantadas aumentaram. “Sempre lidei bem com isso. As pessoas estão na minha rede social, me abordam de forma engraçada, ficam gastando comigo, levo tudo na brincadeira. Curto isso, é sinal de que sou bonito, estou na moda. Não ligo para nada, sou igual à Maria. Fico feliz”, diz, rindo. Questionado sobre o “fogo” de Maria dentro da casa, especialmente após ela ter relação sexual com Eliezer, Carlos elogiou a filha. “Ela está certa, tem mais é que transar para relaxar. Tem que viver, ela não está morta”, incentiva. “Espero que ela seja a vencedora do BBB22. Ela merece porque é muito autêntica, parte para dentro, não fica sentada igual a planta”.

Carlos com Maria (Foto: Arquivo pessoal)
Carlos com Maria (Foto: Arquivo pessoal)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.