Empresária é condenada a quase 3 anos de prisão por agredir carteira em Campo Grande

A empresária Marilene Murad Sghir foi condenada pela Justiça Federal a 2 anos e 11 meses de cadeia por ter agredido uma agente dos Correios, em Campo Grande. Ela deve cumprir a sentença em regime semiaberto após o episódio que aconteceu há oito anos.

A denúncia das agressões contra uma funcionária chegou ao conhecimento da Justiça Federal no ano de 2018, através do MPF-MS (Ministério Público Federal), que ofereceu a denúncia pela prática de lesão corporal de natureza gravíssima.

A decisão foi assinada pelo juiz Luiz Augusto Iamassaki Florentini, da 5ª Vara Federal de Campo Grande e foi publicada nesta quarta-feira (27).

Apesar da prática ser considerada grave, foi afastada a hipótese da sentença colocar a pena máxima, que é de 8 anos. Mas, pesou contra Marilene seu histórico de maus antecedentes.

Com isso, o juiz decidiu condenar a empresária pela prática de lesão corporal grave no art. 129, § 1º, inciso I do Código Penal, à pena de 2 (dois) anos e 11 (onze) meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, resolvendo o mérito do processo na forma do art. 387 do Código de Processo Penal.

Agressões

O episódio da agressão aconteceu no dia 2 de janeiro de 2014 e as graves lesões deixadas pelo espancamento fizeram com que a vítima ficasse incapacitada permanentemente de trabalhar e realizar suas ocupações habituais.

A agente dos Correios esteve na loja de propriedade de Marilene e deixou uma correspondência em cima do balcão do estabelecimento, como costumava fazer. No entanto, naquele dia, a empresária queixou-se que era para a carta ser entregue nas mãos, mas ouviu que só entregaria dessa maneira se houvesse necessidade de colher a assinatura.

Ao sair da loja, a agente foi surpreendida com um empurrão e ao cair no chão, começou ser agredida pela empresária com socos e chutes, além de várias palavras de injúria. Populares e testemunhas precisaram intervir na ação da autora para que não causasse mais ferimentos a vítima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.