Análise: ainda desencaixado, Botafogo tem pior desempenho sob comando de Luís Castro contra o Juventude

O cenário tinha todos os elementos para um bom domingo para o Botafogo: jogo às 11h, Nilton Santos lotado após venda esgotada de ingressos e estreia de Luís Castro na área técnica da casa alvinegra. O empate em 1 a 1 com o Juventude, porém, acabou marcando o pior desempenho da equipe carioca sob o comando do técnico português até aqui.

Foi um domingo em que pouca coisa funcionou para o Botafogo. Sem Kanu, cortado por lesão muscular, Victor Cuesta assumiu o lado esquerdo da zaga, formando dupla com Philipe Sampaio. O setor, porém, ficou frequentemente desguarnecido.

Parte do problema foi ocasionado pela forte marcação sobre Luís Oyama, volante do Botafogo. O cerco, inclusive, acabou se refletindo na qualidade da saída de bola alvinegra. Com o volante marcado, o time de Luís Castro apresentou dificuldades para fazer a transição da defesa para o ataque.

Com a criação prejudicada, o time sofria para ter uma dinâmica equilibrada no setor e, sob a pressão de quase 35 mil torcedores, o acabamento das jogadas deixava a desejar. Chay foi quem mais tentou no primeiro tempo, mas a afobação – não só dele – era nítida. Gustavo Sauer teve atuação apagada

No segundo tempo, o Botafogo melhorou com as entradas de Matheus Nascimento e Diego Gonçalves. Dentro de um time que ainda apresenta problemas naturais de entrosamento,

“Hoje o Botafogo mereceu mais vaias do que aplausos”, afirma Pedro Dep | A Voz da Torcida

O posicionamento de Matheus Nascimento foi determinante para isso. Nem como ponta e nem como centroavante: o atacante foi posicionado entre as linhas da defesa gaúcha, o que provocou desequilíbrio na até então sólida defesa do Juventude.

A notícia negativa para torcida do Botafogo é que Patrick de Paula continua sem conseguir se achar dentro da atual dinâmica do time. Apagado na partida, bobeou com toda a defesa alvinegra, foi determinante para que o gol do Juventude saísse.

Botafogo volta a campo no próximo domingo (7), contra o Flamengo. A partida está próxima de ser confirmada no Mané Garrincha devido à impossibilidade de o Maracanã receber o confronto, já que realiza plantio de grama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.