Justiça disponibiliza transporte para eleitores da zona rural de Angélica para as eleições suplementares

 Eleitoral vai disponibilizar ônibus gratuitos para o transporte de eleitores da zona rural no próximo dia 15, data em que ocorrem as eleições suplementares para prefeito do município de Angélica, a 323 quilômetros de Campo Grande. O itinerário foi divulgado no diário do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) desta segunda-feira (02).

De acordo com o  Roberto Hipólito da Silva Júnior, da 27ª Zona Eleitoral de Ivinhema, que abrange o município de Angélica, as regras para o transporte foram definidas em audiência ocorrida no último dia 25, com a presença de representantes dos partidos e coligações, bem como da Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil.

Eleições

Conforme resolução assinada pelo desembargador do  Paschoal Carmello Leandro, estas eleições suplementares ocorrem em razão de uma decisão da Justiça Eleitoral de março de 2021, que negou provimento a João Donizeti Cassuci (PDT), prefeito eleito sub judice.

A decisão foi confirmada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), tornando assim definitiva a anulação dos votos obtidos pela chapa por ele integrada, a qual foi a mais votada no pleito de 2020. Atualmente, quem exerce o cargo de prefeito interino é o vereador Aparecido Geral Rodrigues Boquinha (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Angélica.

Boquinha é um dos candidatos e tem Omir Rogério da Silva (PSDB) como vice. Os eleitores também têm a opção de Roberto Cavalcanti (União), para prefeito, e Roberto Maran (PSB) vice, Francisco Soares Sobrinho (MDB), o Chico Bragança, como prefeito, e Milton Motta França (PSD), o Mastigado, como vice, Edinho Cassuci (PDT), para prefeito, e Paulo Conconi (PTB) como vice.

Transporte de eleitores

horarios bus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.