Dep. Cali é campeão, e Fluminense enfrentará o Millonarios na Pré-Libertadores

O Fluminense já sabe quem será o seu adversário na fase 2 da Pré-Libertadores: o Millonarios, da Colômbia. Tudo foi definido nesta quarta-feira, quando outro jogo influenciou diretamente na vaga: o Deportivo Cali venceu o Tolima por 2 a 1 e conquistou o título do Finalización do Campeonato Colombiano.

O título levou a equipe direto à fase de grupos e colocou o Millonarios no caminho tricolor por ter melhor campanha no somatório geral.

Grana: Conmebol aumenta premiação da Libertadores e campeão passa a receber 16 milhões de dólares

O placar foi aberto pelo Tolima aos 13 minutos do primeiro tempo com Quinhones, que subiu mais que a defesa adversária para marcar. O empate veio na metade do segundo tempo, em jogada que o Deportivo Cali tentou o jogo inteiro: pivô de Teo Gutierrez para alguem chegar batendo de trás. Desta vez, Vasquez marcou o empate. Minutos depois, pênalti para o Cali e Preciado cobrou para virar e ficar com o título.

Pré-Libertadores: No caminho do Fluminense, Millonarios aposta em estrelas, velhos conhecidos e altitude

A boa ruim para o Fluminense é que a viagem até Bogotá tera altitude — a capital colombiana esta a 2.552 m acima do nível do mar. Se o adversário fosse o Deportivo Cali, por exemplo, enfrentaria o adversário a 1.018m. Brasília, por exemplo, está a 1.172 m.

Também quero: Berço de Ronaldo, São Cristóvão não espera o Fenômeno e tenta se reconstruir com vaquinha

De acordo com a Conmebol, o Fluminense abrirá o confronto no dia 22 de fevereiro, às 21h30 (de Brasília), no El Campín, na Colômbia, e decidirá a vaga em casa no dia 1º de março, no mesmo horário. O local, porém, ainda não está definido: a diretoria tricolor quer mandar o jogo em São Januário, mas a vascaína ainda não bateu o martelo sobre a utilização.

— Foto: RAUL ARBOLEDA / AFP
— Foto: RAUL ARBOLEDA / AFP

— O Vasco da Gama apenas autorizou o Fluminense a comunicar a Conmebol o estádio de São Januário como uma de suas possíveis sedes. O Vasco da Gama ainda não assinou nenhum contrato com o Fluminense. A cessão do estádio de São Januário para os jogos do Fluminense na Pré-Libertadores ainda não está pactuada — declarou o vice-presidente geral do clube, Carlos Osório.

Segundo o presidente Mário Bittencourt, a escolha por São Januário tem a ver com os valores mais baixos de aluguel em relação ao estádio Nilton Santos e a boa condição do gramado.

– A tendência é que seja São Januário. Eu conversei com o presidente do Vasco. Estamos com essa questão do Maracanã. Obviamente não tomei essa decisão sozinho. Conversei com algumas pessoas de dentro, inclusive com atletas. Com pessoas da comissão técnica e funcionários nossos, que me recordaram que jogamos competições lá em anos que não tivemos o Maracanã – afirmou.

O chaveamento da fase 3 também está definido. Caso avance, o Fluminense pegará Atlético Nacional, da Colômbia, ou quem passar do confronto entre Universidad César Vallejo x Olimpia.

Millonarios: desfalques e altitude

A possibilidade de encarar o Fluminense é tratado com certo temor na capital colombiana. Para isso, a aposta fica com o Estádio El Campín.

— A principal aposta dos Millionarios é a altitude. O El Campín fica a 2.600 metros de altitude em Bogotá e, embora não esteja definido em que fase o clube entrará, nenhum torcedor quer enfrentar o Fluminense. Eles o consideravam o rival mais forte possível — conta Cristian Pinzón, da Rádio Caracol.

— Foto: Reprodução/Millonarios
— Foto: Reprodução/Millonarios

O jornalista conta que a confiança dos torcedores também está no técnico Alberto Gamero, que está no clube desde 2020 e, apesar de ainda não ter conquistado títulos, é elogiado por usar as categorias de base e dar espaço para novos talentos. Casos dos pontas Emerson Rivaldo e Andrés Gómez, o zagueiro Andrés Llinás, e o meia Daniel Ruiz.

No Campeonato Colombiano, o Millonarios foi eliminado nas semifinais do Clausura para o Tolima. Em junho, foi à decisão do Apertura, mas caiu na final para o mesmo adversário. Na classificação geral, foi a segunda equipe de melhor pontuação do país — foi terceiro colocado no Apertura (33 pontos) e segundo colocado no Clausura (36 pontos).

Para a Pré-Libertadores, o Millonarios terá desfalques importantes. O atacante Fernando Uribe, ex-Flamengo, que foi o artilheiro da competição, e  Daniel Giraldo, meio-campista de seleção colombiana, foram vendidos para o Junior Barranquilla. Mas o clube colombiano está acertando reforços.

— O primeiro grande reforço confirmado é Álvaro Montero, goleiro da seleção colombiana e campeão com o Tolima no meio do ano. Fala-se muito de quem vai substituir Uribe no ataque, essa é a preocupação. Já se falou até na possibilidade de Hugo Rodallega, que hoje está no Bahia, e Fredy Montero, que atua na MLS — completa o jornalista.

Daniel Ruiz, jogador do Millonarios, foi atingido por objetos quando cobrava escanteio no clássico Foto: Reprodução/Win Sports)
Daniel Ruiz, jogador do Millonarios, foi atingido por objetos quando cobrava escanteio no clássico Foto: Reprodução/Win Sports)

Neste momento, pode-se dizer que o Millonarios é uma equipe que mistura jovens jogadores com atletas experientes. O capitão é David Silva (35 anos), já Daniel Ruiz é um dos destaques (20 anos). Aliás, o atleta já viveu uma situação perigosa.

A partida, que era válida pela última rodada do Clausura, teve seu ápice aos 36 minutos do primeiro tempo, quando torcedores do Atlético Nacional lançaram objetos contra Daniel Ruíz, que se preparava para cobrar um escanteio. Entre gritos e arremessos de garrafas, um estilete atingiu o braço do jogador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.