Duilio cumpriu promessas em primeiro ano na presidência do Corinthians? Checamos

Duilio Monteiro Alves completa nesta terça-feira um ano no cargo de presidente do Corinthians.

Empossado em 4 de janeiro de 2021, Duilio começou o mandato de três anos dando ênfase ao saneamento financeiro do clube e ficou marcado pela realização de contratações de impacto, casos de Paulinho, Giuliano, Renato Augusto, Willian e Róger Guedes.

Ao longo dessa primeira temporada, o presidente conseguiu realizar algumas promessas de campanha, enquanto outras ainda não saíram do papel.

Em novembro de 2020, antes da eleição, Duilio enviou à reportagem do ge propostas para dez diferentes áreas do Corinthians. Confira abaixo quais delas foram concretizadas no primeiro ano de mandato e quais ainda são aguardadas:

Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, durante sua posse — Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, durante sua posse — Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

Promessas cumpridas

 

Ao assumir o clube com uma dívida próxima de R$ 1 bilhão (sem contar o financiamento da Arena), Duilio contratou a KPMG, empresa que auxiliou na renegociação do passivo alvinegro. Com isso, o presidente pôs em prática a proposta de contratar uma das quatro maiores consultorias de gestão do Brasil e do mundo.

– A disciplina financeira será um objetivo a ser perseguido com elaboração de orçamentos, fluxos de caixa projetados e políticas internas de gastos e investimentos – prometeu Duilio antes da eleição.

O resultado financeiro de 2021 ainda não foi divulgado, mas o clube deve voltar a fechar as contas no azul depois de quatro anos de déficits. A dívida parou de crescer, mas foi estabilizada em patamar ainda elevado.

O clube também está implementando um programa de “compliance” (termo em inglês que significa conformidade). Na campanha, Duílio disse que “governança é algo em que iremos também investir permanentemente para proteger e impulsionar nosso clube.”

Uma proposta cumprida apenas parcialmente é a de divulgar balancetes financeiros do Corinthians todos os meses. De fato, houve maior transparência ao longo de 2021, mas os balancetes foram divulgados trimestralmente. Para 2022, o Timão planeja um novo portal da transparência.

No futebol, o time masculino não conseguiu brigar por títulos, como queria o presidente, mas voltou a se classificar diretamente para a fase de grupos da Copa Libertadores. A expectativa é de que os reforços de peso que chegaram em 2021 façam a diferença neste ano.

Outra promessa cumprida é a de manter a equipe feminina no topo. Na temporada passada, o Corinthians fez história ao conquistar o Paulista, o Brasileiro e a Copa Libertadores.

Duilio com o elenco do Corinthians campeão da Libertadores feminina — Foto: Felipe Szpak/Corinthians

Duilio com o elenco do Corinthians campeão da Libertadores feminina — Foto: Felipe Szpak/Corinthians

Propostas ainda não realizadas

 

Antes de ser eleito, Duilio declarou:

– Em 2021, finalizaremos o alojamento que receberá 160 jovens, com conforto para os atletas e confiança para as famílias que muitas vezes optavam por outros clubes devido ao custo do transporte, à moradia distante, à falta de segurança, entre outros aspectos, além de permitir ao Corinthians acompanhar esse atleta mais de perto e orientá-lo no seu crescimento como atleta e cidadão.

Porém, isso não aconteceu. O Timão buscou investidores dispostos a bancar a construção no CT da base, mas não teve sucesso. Segundo o diretor de base, Osvaldo Neto, a obra está estimada em R$ 12 milhões e pode ser retomada em 2022.

Na Neo Química Arena, foram inaugurados o restaurante e a tirolesa, que tinham sido prometidos ainda em 2020. Porém, o espaço de coworking, o hotel e a incubadora de empreendedorismo digital, todos previstos durante a campanha eleitoral, não saíram do papel até o momento.

Duilio também falava em triplicar o número de sócios-torcedores, mas isso ainda não foi possível. O clube recuperou boa parte dos membros perdidos durante a pandemia de coronavírus e terminou o ano passado com quase 80 mil membros. O número, porém, já foi maior no passado.

Para 2022, o Corinthians espera reformular o programa Fiel Torcedor e se aproximar ainda mais de seu público, outra promessa de campanha.

Ainda nesse ano, o Timão pretende lançar um novo aplicativo. Segundo José Colagrossi, superintendente de marketing, comunicação e inovação do clube, a plataforma vai se chamar One Corinthians e “será um dos maiores legados da gestão”. Tal promessa vem desde a campanha de Duilio:

– Nossa estratégia é buscar uma interação total clube-torcedor, por meio de um aplicativo de celular fácil e ágil: a ideia é que o ingresso, o gol e até a cerveja da Arena estejam à distância de um clique – prometeu – declarou o cartola, antes da eleição.

No primeiro ano de Duilio na presidência, a receita bruta do Corinthians saltou de R$ 285 milhões para aproximadamente R$ 430 milhões. Porém, a base de comparação é afetada pela pandemia de coronavírus, que reduziu drasticamente a entrada de dinheiro em 2020. Em 2019, o Timão tinha faturado R$ 381 milhões. Corrigido pela inflação, tal valor equivale a R$ 564 milhões atualmente. Ou seja, ainda é preciso evoluir bastante para atingir a meta do presidente de elevar a receita alvinegra em 50% até o fim de 2023.

ge procurou a assessoria de imprensa do Corinthians para saber se Duilio cumpriu a promessa de “criar um braço específico do departamento de marketing/comercial que trabalhe parcerias de investimento para as modalidades dos diversos esportes praticados no clube, buscando patrocínios, incentivos a intercâmbios, comunicação, promoção e divulgação nas redes digitais do clube”. O Timão se manifestou nesta terça, depois da publicação da reportagem e informou:

“O trabalho foi iniciado e a chegada de novos patrocinadores para o futsal, basquete e futebol feminino mostra que progresso foi feito já no primeiro ano. É prioridade clara no clube irrigar todos os esportes do clube social com patrocinadores e parceiros. A filosofia está implementada e continuamos a perseguir essa meta, ainda que o momento econômico do país não seja o mais generoso com os esportes olímpicos.”

Até o momento, o Corinthians não informou se foram feitas as melhorias prometidas no Parque São Jorge. Caso o clube responda, esta reportagem será atualizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.