Motoristas param em fila dupla em frente à escola e causam congestionamento no Centro de Campo Grande

Durante a entrada dos alunos da Escola Sesc Horto, localizada na Rua Anhanduí, Centro de Campo Grande, carros em fila  causaram congestionamento e ‘caos’ no  na manhã desta quarta-feira (27).

Por volta das 6h30 às 7h, o fluxo de estudantes é grande, mas, sem ter onde estacionar, os carros param para o desembarque em fila dupla, o que é uma grave inflação, conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). O problemático hábito tem causado trajeto tumultuado, levando em consideração a quantidade de carros e motos que passam no local em horário de pico.

Mãe de aluno, que preferiu não se identificar, explica que alguns motoristas param em cima da calçada e na rampa de acesso para a unidade. Alguns alunos precisam desviar para conseguir entrar na escola.

“Tenho dois filhos na escola e essa fila é ‘tripla’, frequente todos os horários, tanto de manhã, no almoço e no final da tarde. É complicado, o pessoal não respeita. Isso eu passo todos os dias porque tenho filho que estuda período integral e a outra na parte da manhã. Ligo no 156 para eles passarem com a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), mas nem sempre vão. Eu acho que é porque muitas pessoas têm horário corrido [evitar buscar local adequado para parar], mas, por isso, faço fila”, reclama.

Nas imagens enviadas pelo canal do Leitor Midiamax, é possível notar o congestionamento no quarteirão.

Em nota, o Sesc Escola Horto informou que promove campanhas de educação no trânsito junto aos pais dos estudantes e, inclusive, tem proporcionado melhorias nas estruturas físicas de acesso ao colégio para agilizar a entrada e saída dos alunos.

“Particularmente, [hoje], houve um imprevisto com o funcionário responsável pela portaria da escola, ocasionando atraso na abertura dos portões. Entretanto a situação foi normalizada com agilidade pela equipe escolar e providências foram tomadas para que a situação não se repita”.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao  do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.