Há quase um ano sem gols e fora até do banco, Luan vive momento mais delicado no Corinthians

Luan vive o momento mais delicado desde que chegou ao Corinthians, em 2020. O meia sequer foi relacionado para os dois últimos jogos, contra Palmeiras e Boca Juniors, e é o único atleta de linha à disposição do técnico Vítor Pereira que não foi utilizado.

A conta não inclui alguns atletas da base, que não aparecem no elenco no site oficial do Corinthians, além do meia-atacante Ruan Oliveira, que segue em transição do departamento médico para o campo após lesão no joelho esquerdo

Luan foi desfalque recentemente por dores no quadril, mas já está recuperado. Na semana passada, ele ficou no banco em partida contra a Portuguesa-RJ, teve o nome gritado pela torcida, mas não entrou. Na ocasião, o técnico português justificou sua decisão de não utilizar o atleta:

– O Luan tem muito tempo. Ele, com o time, fez um treino acho, no máximo dois. O Luan tem que estar no nível para poder expressar as qualidades que tem. Se não estiver… – disse Vítor Pereira, na quarta-feira passada

A última vez em que o camisa 7 entrou em campo foi contra o Botafogo-SP, no dia 19 de fevereiro, quando foi titular. Neste ano, ele atuou em outros dois confrontos, diante de Santo André e São Bernardo. No total, soma 103 minutos jogados no ano.

Cercado por muita expectativa pelo que apresentou pelo Grêmio e também pelo valor da sua contratação (cerca de R$ 29 milhões por 50% dos direitos), Luan também vive um jejum de gols e se aproxima de um ano sem balançar as redes. A última vez em que o meia marcou foi em 20 de maio do ano passado, contra o Sport Huancayo, do Peru, pela Copa Sul-Americana.

Já há algum tempo o Corinthians tenta negociar o camisa 7, mas não consegue. Recentemente, o Sport manifestou interesse no atleta, mas não houve acerto quanto à divisão dos salários do atleta.

Aos 29 anos, Luan tem um dos vencimentos mais altos do elenco alvinegro, representando um gasto anual de mais de R$ 10 milhões.

A diretoria do Timão tentará negociar o meia mais uma vez na janela de transferências do meio do ano.

Na segunda-feira, em entrevista coletiva, o presidente corintiano, Duilio Monteiro Alves, foi questionado sobre a situação do jogador e afirmou:

– Luan é jogador do Corinthians, voltou de lesão há pouco tempo, é um cara que chega no horário, trabalha, treina, mas não está conseguindo jogar um bom futebol. A parte da diretoria é manter condições de trabalho, cobrar o atleta para fazer o trabalho dele, mas se ele desenvolve em campo é uma coisa do jogador, do ser humano. O que temos que fazer é dar autonomia ao treinador, que coloca se o jogador treina bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.